'Clube do Carimbo': Grupo que transmitia intencionalmente HIV é alvo de operação

O Globo
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO — Um grupo de pessoas que transmitia intencionalmente o vírus do HIV foi alvo de uma operação do Ministério Público de São Paulo nesta quarta-feira. Segundo o MPSP, os participantes se organizavam por meio de uma rede social e se autodenominavam "Clube do Carimbo".

Chamada de operação antivírus, a ação cumpriu 12 mandados de busca e apreensão na capital paulista, na Grande São Paulo, no interior do estado, e em cidades do Rio de Janeiro.

A investigação sobre o caso surgiu há alguns meses. Segundo os investigadores, o grupo é composto de pessoas de todo o país. Nesta primeira fase da operação, o objetivo é encontrar mais provas e identificar outros integrantes da associação criminosa.

Além da atuação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), participaram da operação policiais militares do BAEP e promotores de Justiça do Gaeco das regiões de Bauru, São José do Rio Preto, Franca, Ribeirão Preto, Vale do Paraíba, ABC e capital, além de policiais militares e promotores de Justiça do Gaeco do Rio. Os suspeitos serão interrogados e os objetos apreendidos submetidos à perícia.