Clube da Premier League vai à polícia por ofensas a jogadores nas redes sociais

·1 minuto de leitura

Lanterna da Premier League, com 11 pontos em 23 jogos, o Sheffield United vive momento conturbado dentro e fora de campo. Na última terça-feira, o técnico da equipe, Chris Wilder, revelou que o clube procurou a polícia para denunciar ofensas e ameaças de torcedores contra os jogadores da equipe nas redes sociais.

— Estamos todos sujeitos a abusos, acho covarde, nojento e desumano. Algumas vezes, cruzam a linha, e temos um limite no clube, mesmo com a situação que vivemos.

O técnico pede punição aos responsáveis e explicou que as autoridades têm sido "brilhantes" no auxílio ao clube. O caso vem à tona na mesma semana em que o árbitro Mike Dean, um dos principais nomes da função no país, pediu afastamento da rodada após sofrer ameaças de morte nas redes sociais.

— O Mike é um árbitro honrado e um cara íntegro — solidarizou-se Wilder.