Clubes ingleses serão punidos por impedir atletas de jogarem pelo Brasil nas Eliminatórias

·1 minuto de leitura

Os clubes ingleses que não liberaram jogadores brasileiros para defenser a seleção nas ELiminatórias da Copa do Mundo de 2022 serão punidos pela Fifa. De acordo com o "ge", as cinco equipes da Premier League serão impedidas de usar esses jogadores brasileiros na próxima rodada.

Chelsea, Liverpool, Manchester City, Manchester United e Leeds United ficarão desfalcados desses atletas por mais cinco dias depois do fim da data Fifa (entre 10 e 14 de setembro). A punição também vale para o Zenit, da Rússia.

Os jogadores afetados são Alisson, Fabinho e Roberto Firmino (Liverpool), Ederson e Gabriel Jesus (Manchester City) Thiago Silva (Chelsea), Fred (Manchester United), Raphinha (Leeds), Claudinho e Malcom (Zenit). A data da punição vai afetar a participação de alguns desses atletas também em dois jogos da Champions League marcados para o dia 14.

A ação é resultado do cumprimento do que diz o regulamento da entidade, que obriga os clubes a liberar jogadores chamados para as datas Fifa. No entanto, a Fifa só age quando as confederações nacionais pedem, como foi o caso da CBF.

Por outro lado, o Everton não foi notificado mesmo não tendo liberado Richarlisson, já que a CBF tem boa relação com o clube e não solicitou a punição.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos