Clubes podem ser penalizados por confusão no entorno do Maracanã? Entenda

Flamengo e Atlético-MG jogaram nesta quarta-feira, no Maracanã, pela Copa do Brasil. Antes da partida, entretanto, como era previsto e tentou-se evitar, houve muita confusão nos arredores do estádio. Aconteceu desde apedrejamento ao ônibus do time mineiro à invasão do Maracanã.

Invasão no Maracanã: vídeo mostra momento em que torcedores passam pela barreira; assista

Análise: O inferno de Gabigol e a volta do Flamengo conectado à sua torcida

As atitudes irresponsáveis dos torcedores podem gerar punições ao Flamengo, que era mandante da partida, no âmbito da Justiça Desportiva. Porém, dificilmente o clube será punido.

Panorama Esportivo no Telegram: Clique aqui e entre no canal

De acordo com o advogado Leonardo Andreotti, coordenador da pós-graduação em Direito Desportiva da Escola Superior de Advocacia de São Paulo (ESA/SP), para que o clube seja punido é preciso provar que ele também foi responsável pelos atos dos torcedores. Caso contrário, o caso é da Justiça Comum.

Leia: A explicação de Flamengo e Maracanã para a premeditada tentativa de invasão

Porém, caso esse vínculo seja comprovado, o Flamengo pode ser denunciado no artigo 213 incisos I e II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). Ele trata sobre “deixar de tomar providências” sobre desordens em sua praça de desporto e invasão do local da disputa do evento desportivo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos