CMN aprova R$6 bi em recursos para financiamentos do Funcafé em 2022

Pés de café em plantação do Instituto Biológico, em São Paulo

SÃO PAULO (Reuters) - O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou a destinação de 6,058 bilhões de reais a serem utilizados na concessão de financiamentos pelo fundo para a cafeicultura Funcafé, no exercício de 2022, informou o Ministério da Economia em nota nesta quinta-feira.

Segundo o comunicado, a medida atende a um pleito do Ministério da Agricultura para que o direcionamento dos valores fosse feito de forma global, sem discriminação por linha de crédito, para flexibilizar as decisões da pasta agrícola quanto à disponibilização dos recursos.

O conselho também elevou o limite de crédito de custeio para cooperativa de produção de 30 milhões de reais para 50 milhões de reais, e manteve os limites das operações por cooperado em 500 mil reais.

"As cooperativas de produção exercem importante papel na cafeicultura por sua capacidade de operacionalização e capilaridade na distribuição dos recursos diretamente aos cafeicultores, especialmente neste período de aumento dos custos de produção, puxado pela alta dos fertilizantes e defensivos agrícolas", disse o comunicado.

(Reportagem de Roberto Samora, texto de Nayara Figueiredo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos