Coach forja próprio sequestro para extorquir companheira e é preso em Florianópolis

Coach financeiro teria forjado próprio sequestro para extorquir a companheira. (Foto: Getty Images)
Coach financeiro teria forjado próprio sequestro para extorquir a companheira. (Foto: Getty Images)
  • Homem vivia em Farroupilha (RS) e foi preso em Florianópolis (SC)

  • Companheira recebeu falso pedido de resgate quando relatava desaparecimento na delegacia

  • Coach teria forjado sequestro para pagar dinheiro que devia a clientes

Um coach, de 38 anos, foi preso em Florianópolis (SC) por forjar o próprio sequestro para extorquir a companheira. Nesta quarta-feira (31), Cristian Tonin foi exonerado do seu cargo de assessor na prefeitura de Farroupilha (RS), segundo o Diário Oficial do município.

A Polícia Civil informou que a prisão ocorreu na tarde desta quarta-feira, no Terminal Rodoviário Rita Maria, quando o suspeito embarcava para o estado gaúcho. As informações são do portal G1.

A exoneração de Tonin vale a partir do dia 4 de setembro, quando ele voltaria de férias.

O responsável pela Delegacia de Roubos e Antissequestro de Santa Catarina, delegado Anselmo Cruz, acredita que o crime foi praticado recentemente. Em depoimento, o suspeito, que é coach de investimentos, disse que devia dinheiro a pessoas que se consultaram com ele.

Descoberta do crime

Tonin era considerado desaparecido em Farroupilha desde terça-feira (30). Ele foi localizado quando fez contato com a companheira, se passando por outra pessoa. Ela estava na delegacia dando depoimento sobre o desaparecimento quando recebeu o falso pedido de resgate.

O delegado relata que o homem usou outro número de telefone e um aplicativo de mensagens. "Não teve ligação e ainda não tinha falado os valores", disse.

Ele foi preso portando três armas de fogo, sendo duas pistolas e um revólver. O suspeito foi autuado em flagrante pelos crimes de extorsão e de porte ilegal das armas de fogo.