Coach que deixou grupo perdido em montanha será candidato à Presidência

Coach levou gurpo que se perdeu ao Pico dos Marins, na Serra da Mantiqueira. Foto: Getty Images.
Coach levou gurpo que se perdeu ao Pico dos Marins, na Serra da Mantiqueira. Foto: Getty Images.
  • Pablo Marçal é pré-candidato pelo PROS

  • Ele levou grupo em janeiro ao Pico dos Marins, onde se perderam

  • Nas redes, usa a bandeira do Brasil para se posicionar politicamente

O coach e influenciador digital Pablo Marçal, que ficou conhecido por guiar um grupo até as montanhas e se perder, será candidato à Presidência da República pelo PROS. O anúncio foi feito no sábado (14), mas o lançamento oficial da pré-candidatura será nesta quinta-feira (18), em Brasília.

Pablo Marçal se divulga nas redes sociais como um “coach”, capaz de mostrar para as pessoas qual o caminho para ter uma vida de sucesso. Em uma “metáfora” da vida real, ele decidiu levar um grupo de seguidores, com 67 pessoas, para subir uma montanha – uma espécie de treinamento para “subir na vida” - no dia 6 de janeiro deste ano.

O destino era o Pico dos Marins, na Serra da Mantiqueira em São Paulo, cujo pico fica a 2.420 metros acima do nível do mar. No entanto, o grupo ignorou o mal tempo e decidiu subir, mesmo com chuva e fortes ventos. A região estava em estado de alerta devido ao mau tempo, decretado pela Defesa Civil.

Parte do grupo decidiu abandonar a subida e voltar para a base, mas 32 decidiram continuar. Eles chegaram ao pico e, à noite, montaram barracas. O vento rasgou todas e, por volta das 3h30, o grupo chamou o Corpo de Bombeiros. Segundo informações do jornal O Estado de Minas, os bombeiros relevaram que algumas pessoas corriam risco de morrer em decorrência de hipotermia.

Envolvimento na política

Marçal se descreve como "cristão, filantropo, empreendedor imobiliário e digital, mentor, estrategista de negócios, especialista em branding e jurista por formação". Nascido em Goiânia, ele costuma realizar palestras sobre empreendedorismo. Desde o resgate nas montanhas, ele passou a usar a bandeira do Brasil. Ele usa o Instagram, onde tem mais de 2,2 milhões de seguidores, para mostrar seu conteúdo coach e fazer pré-campanha.

Em evento em Barueri (SP) no começo de maio, ele pediu que os espectadores repetissem frases como "a minha ideologia é o reino, é a família, é a liberdade" e "eu sou a nação brasileira".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos