Morrem ao menos 10 pessoas que saqueavam padaria na Venezuela

Caracas, 21 abr (EFE).- Pelo menos dez pessoas morreram ontem à noite ao participarem de um saque em uma padaria no distrito popular de El Valle, no oeste de Caracas, informou nesta sexta-feira a imprensa local, que garantiu que oito pessoas morreram eletrocutadas e duas foram atingidas por disparos de arma de fogo.

A Agência Efe constatou no local dos fatos que funcionários do Corpo de Investigações Científicas Penais e Criminalísticas (CICPC) da Venezuela tinham chegado à padaria para recolher os corpos.

Segundo alguns veículos da imprensa venezuelana, os oito eletrocutados teriam recebido choques de um cerca elétrica instalada no estabelecimento para impedir roubos e saques, enquanto outros meios afirmaram que um cabo de alta tensão se soltou quando os saqueadores tentavam entrar no local.

A tentativa de saque acontece no momento em que o país é sacudido por uma onda de protestos antigovernamentais que deixaram dez mortos nas últimas três semanas.

Ontem à noite aconteceram protestos na mesma região na qual aconteceu o saque, que foram repelidos por forças de segurança.

Um grupo de dez deputados opositores venezuelanos se dirigiu hoje à sede do Ministério de Interior e Justiça para protestar contra a repressão às manifestações e confirmou o incidente em El Valle, bem como em outras localidades do oeste da capital venezuelana onde ocorreram protestos. EFE