Cobra estrangula homem e é morta a tiros por policiais da Pensilvânia

Policiais da Pensilvânia mataram a tiros uma cobra de 4,5 metros de comprimento que estava estrangulando um homem, de 28 anos em Fogelsville, cerca de 70 km ao norte da Filadélfia. O incidente aconteceu na tarde dessa quarta-feira.

Vídeo: fazendeiro usa trator para controlar incêndio e salva casa na Inglaterra

Acidente: Mais de 30 pessoas morrem após ônibus cair de ponte no Quênia

De acordo com as autoridades, a polícia foi acionada até a casa e encontrou o animal enrolado no pescoço da vítima, que estava inconsciente no chão e em parada cardiorrespiratória. Na ocasião, um dos policiais atirou na cabeça do réptil e a matou.

— Os policiais perceberam imediatamente a gravidade do incidente, mas também tiveram que ter muito cuidado para se proteger — disse tenente Peter Nickischer à imprensa local.

— Um dos oficiais descreveu-a como 'saída de um filme de terror' —, afirmou Nickischer ao Washington Post. A cobra acabou por se soltar e os polícias socorreram o homem, que criava a cobra como animal de estimação.

Ele foi encaminhado para um hospital e o estado de saúde não foi divulgado. A polícia não soube dizer que tipo de cobra era.

Píton matou criador em 'gesto de afeto'

O sufocamento por cobras pode levar à morte. Em 2018, um britânico, de 31 anos, foi encontrado morto em sua casa após a sua cobra de estimação, uma píton, de 2,4 metros, se enroscar no pescoço dele.

À época, o investigador do caso disse que a intenção do animal não era matar o dono, mas demonstrar carinho.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos