Cobra vai parar no guarda-roupa de vizinha e dona é indiciada por crime ambiental

Cobra era uma jiboia. Foto: Divulgação/Polícia Civil.
Cobra era uma jiboia. Foto: Divulgação/Polícia Civil.
  • Vizinhos encontraram réptil em gaveta e chamaram os bombeiros

  • Dona afirma que comprou cobra por R$ 4 mil

  • Animal foi levado ao zoológico de Goiânia

Uma mulher foi indiciada por manter uma jiboia como animal de estimação, em Goiânia. O réptil foi encontrado dentro de um guarda-roupa de um apartamento no 16º andar por uma vizinha, depois de escapar e subir pela sacada, conforme informou a Polícia Civil.

A dona será indiciada por crime ambiental, conforme explicou o delegado estadual de proteção ao Meio Ambiente (Dema) Luziano Carvalho ao portal G1.

“Ouvimos a mulher, o marido e a sogra dela. Eles alegaram que adquiriam de alguém, mas não contaram de quem. Falaram que tinham a cobra há um mês e pagaram R$ 4 mil”, disse.

O réptil foi encontrado pelo marido da vizinha, que não quis se identificar, no último dia 15 quando ele foi pegar uma camiseta dentro da gaveta.

"Ele viu algo cilíndrico de uma cor diferente, colocou a mão em cima e ela começou a se mexer. Ele me chamou para ver, nós trancamos tudo e chamamos os bombeiros", contou a mulher.

A dona foi indiciada nesta quinta-feira (19) e multada pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Goiás (Semad) em R$ 1,5 mil. De acordo com Luziano explicou, caso seja condenada pela criação do animal silvestre, a dona pode receber pena de até um ano de prisão e multa, que pode chegar a 360 salários mínimos.

A cobra foi encaminhada para o zoológico de Goiânia. O delegado pede que a população denuncie à polícia caso encontre alguma criação irregular de animal silvestre.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos