COI lança NTFs de broches das Olimpíadas

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Novo lote com 3.500 broches foi lançado na última sexta-feira

  • Lotes anteriores já estão esgotados

  • Na NBA, NFTs de jogadas marcantes já foram vendidos por US$ 100 mil

O Comitê Olímpico Internacional (COI) lançou em parceria com a nWayPlay nesta última sexta-feira (23) um novo lote de broches temáticos das Olimpíadas de Tóquio. Os souvenires são produzidos usando a tecnologia NFT, uma tecnologia que usa blockchain para atestar a autenticidade e originalidade de alguma obra, seja ela uma arte digital, um tuíte ou até mesmo um meme.

Leia também:

Tendo já lançado anteriormente outros três lotes de broches com temas de edições dos Jogos Olímpicos de 1912 e 1920, o COI decidiu lançar um novo lote de 3.500 caixas. Cada caixa contém cinco broches e é vendida a US$ 24. Os broches anteriores estão sendo atualmente negociados entre usuários do marketplace da nWayPlay, o que evidencia o potencial de investimento dos NTFs.

A compra e venda de NFTs já é comum no mundo dos esportes mesmo antes das Olimpíadas deste ano. É o caso da NBA, cujo mercado de tokens movimenta cerca de US$ 200 milhões por dia. A tecnologia tem sido bastante utilizada na liga americana de basquete para transacionar momentos marcantes de jogadores, como uma enterrada de Ja Morant, que foi vendida inicialmente por US$ 100 mil e hoje é negociada por US$ 250 mil.

O COI anunciou que os broches olímpicos também estarão disponíveis de forma gratuita como prêmios em um videogame desenvolvido pelo comitê até o início das Olímpiadas de Inverno de 2022.

As informações são da Exame Invest.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos