Para evitar derrubada, mulher "se casa" com árvore centenária na Flórida

Miami, 26 mar (EFE).- Uma mulher da cidade de Fort Myers, na Flórida, nos Estados Unidos, se "casou" no último sábado com o seu grande amor, a figueira centenária gigante de um parque público, para tentar evitar que as autoridades a cortem, informou a imprensa nesta segunda-feira.

Karen Cooper organizou o casamento, com vestido branco, bolo e convidados, no Parque Snell Family, depois de ver um grupo de ativistas do México fazer o mesmo para chamar a atenção contra o desmatamento.

"Vi e pensei que deveríamos nos casar com a figueira, como uma brincadeira, mas as pessoas me disseram que a ideia era boa. Então, decidi fazer", disse ela ao jornal "The News-Press".

A cerimônia aconteceu na presença de amigos da noiva e do noivo, que tem raízes que cobrem 744 metros quadrados.

Embora o árvore esteja num terreno da Prefeitura de Fort Myers, as raízes chegam até a propriedade vizinha, que está à venda por US$ 1 milhão. Por esse motivo, em dezembro o Departamento de Obras da cidade autorizou a derrubada da árvore, mas um grupo de moradores se mobilizou.

Segundo o jornal, uma pessoa interessada em comprar o terreno perguntou em 2017 às autoridades quais eram as suas responsabilidades com a árvore, já que não queria assumir as consequências caso ela causasse algum acidente. Agora, um cartaz colocado em uma grade do parque diz: "Vamos salvar a figueira!"

Aparentemente a mobilização deu resultado, e a Prefeitura está reconsiderando os planos iniciais de cortar a árvore, mas o destino ainda é incerto, segundo a mulher. Amanhã, está marcada uma reunião para saber se o marido de Karen Cooper continuará firme e forte onde está ou se será cortado para sempre. EFE