Hora do Planeta é lembrada em número recorde de países

Paris, 26 mar (EFE).- A Hora do Planeta, uma das principais iniciativas globais contra a mudança climática, foi lembrada no sábado em um número recorde de 187 países, nos quais mais de 3 mil monumentos e edifícios emblemáticos permaneceram com suas luzes apagadas durante 60 minutos.

A ONG World Wide Fund for Nature (WWF), que organiza a iniciativa, informou em comunicado que a Hora do Planeta gerou mais de 1,1 bilhão de visualizações nas redes sociais em 24 horas, chegando aos trending topics em pelo menos 30 países.

A WWF lembrou que 2016 foi o ano com as temperaturas mais altas já registradas, por isso a ação, que completou o 10ª aniversário, é mais necessária do que nunca.

"Mais uma vez, as pessoas falaram através da Hora do Planeta. Seja nas Filipinas, no Peru ou em Portugal, a mudança climática importa e a participação recorde deste ano é uma potente lembrança de que as pessoas, que estão na vanguarda da mudança climática, querem fazer parte da ação", disse Sid Das, diretor da iniciativa.

Entre os monumentos e edifícios emblemáticos que ficaram apagados durante os 60 minutos da Hora do Planeta estão o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, o Big Ben, em Londres, o Empire State Building, em Nova York, e a Torre Eiffel, em Paris. EFE