Colômbia elege primeira vice-presidente negra, Francia Márquez

Primeira vice-presidente negra eleita na Colômbia, Francia Márquez discursa após vitória da chapa com Gustavo Petro no domingo

Por Oliver Griffin

BOGOTÁ (Reuters) - Francia Márquez, mãe solteira e ex-dona de casa, será a primeira vice-presidente negra da Colômbia depois que uma votação histórica no domingo elegeu o primeiro presidente de esquerda do país, Gustavo Petro.

Márquez e Petro obtiveram 50,4% dos votos na eleição de domingo.

Diante de um fundo estampado com a frase "a mudança é imparável", Márquez agradeceu aos apoiadores de toda a Colômbia por ajudarem sua chapa em um discurso transmitido de Bogotá.

"Após 214 anos, conseguimos um governo do povo, um governo popular, um governo do povo com as mãos calejadas... o governo dos ninguéns da Colômbia", disse ela.

A nova vice-presidente eleita da Colômbia vem do município de Suárez, uma área rural da província colombiana de Cauca. Cerca de 80% da população de Cauca vive em alguma forma de pobreza.

Francia Márquez é uma célebre ativista ambiental cuja oposição à mineração de ouro em seu município natal a fez receber o prestigioso Prêmio Ambiental Goldman em 2018 --bem como ameaças de morte de grupos armados ilegais.

Além de atuar como vice-presidente de Petro, Márquez deve liderar um novo ministério da igualdade para desenvolver suas ideias centrais de impulsionar os direitos das mulheres e ajudar os pobres a ter acesso à saúde e à educação.

Sua ascensão política durante a campanha segue amplas demandas por mudanças e crescente preocupação com temas socioambientais, disse Daniela Cuellar, da FTI Consulting, à Reuters.

“A popularidade política de Francia Márquez é parte de uma tendência na Colômbia, onde a população busca uma mudança e onde as questões socioambientais estão se tornando cada vez mais relevantes”, afirmou ela.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos