Colômbia suspende voos do Brasil para evitar contágio de nova variante de Covid-19

·2 minuto de leitura
Presidente da Colômbia, Iván Duque, durante entrevista à Reuters em Bogotá

BOGOTÁ (Reuters) - A Colômbia vai suspender os voos de passageiros de e para o Brasil por 30 dias como medida preventiva contra o contágio de uma variante da Covid-19 detectada no país, anunciou o presidente colombiano, Iván Duque.

A variante foi detectada no final de dezembro, em Manaus. A Colômbia se junta a países como Estados Unidos, Portugal, Itália e Reino Unido que também decidiram suspender os voos de e para o Brasil.

"Como medida preventiva e por um período de 30 dias, enquanto todas as observações são feitas, são tomadas medidas para restringir voos da Colômbia para o Brasil ou do Brasil para a Colômbia", disse Duque na quarta-feira, em seu programa de Prevenção e Ação, no qual apresenta o balanço da pandemia de coronavírus diariamente.

O Brasil é o segundo país com maior número de mortes por coronavírus no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, e o terceiro em casos, abaixo dos EUA e da Índia.

O presidente colombiano esclareceu que os voos cargueiros continuarão operando com todos os protocolos de segurança, enquanto a fiscalização epidemiológica será intensificada na fronteira terrestre de 1.644 quilômetros com o Brasil.

A Colômbia, com 50 milhões de habitantes, fechou suas fronteiras terrestres e fluviais, inclusive com o Brasil, desde março de 2020, medida que já foi prorrogada várias vezes e vigorará até 1º de março.

O governo colombiano suspendeu os voos de e para o Reino Unido em dezembro, depois que uma nova variante do Covid-19 foi detectada lá.

Manaus, no Estado do Amazonas, faz fronteira com o sul da Colômbia e enfrenta uma grave crise pelo coronavírus, que inclui a nova variante.

A Colômbia contabiliza até agora 2,05 milhões de casos de Covid-19 e 52.523 mortes pela pandemia.

O Brasil registrou na quarta-feira 1.283 novos óbitos em decorrência da Covid-19, o que eleva o total de vítimas fatais da doença no país a 220.161. Também foram notificados 63.520 novos casos de coronavírus, com o total de infecções confirmadas atingindo 8.996.876.

(Reportagem de Luis Jaime Acosta)