Coldplay adia shows no Brasil por infecção pulmonar de vocalista; o que pode causar o problema?

Chris Martin vocalista do grupo Coldplay
Chris Martin vocalista do grupo Coldplay

A banda Coldplay, que faria apresentações no Rio de Janeiro e em São Paulo entre os dias 11 e 22 de outubro, adiou as apresentações após o vocalista, Chris Martin, ser diagnosticado com infecção pulmonar "séria", segundo declaração do grupo.

De acordo com anúncio feito pelo Coldplay nas redes sociais, Chris recebeu ordens médicas rigorosas para descansar pelas próximas três semanas.

"Estamos trabalhando o mais rápido possível para garantir as novas datas e daremos mais informações nos próximos dias."

Até o momento, não há mais informações que especifiquem sobre o tipo de infecção pulmonar do cantor. O quadro pode ser causado por vírus, bactéria ou fungo, e o tratamento depende do que o originou.

A infecção pulmonar, explica o pneumologista Mauro Gomes, acontece quando algum microrganismo, bactéria, fungo ou vírus consegue vencer as resistências naturais do sistema imunológico e penetra nos pulmões. "Lá, esse microrganismo vai se multiplicando e causando inflamação."

Gomes, que é chefe de pneumologia do Hospital Samaritano, em São Paulo, esclarece que os sintomas vão variar de acordo com o agente causador do quadro.

"O vírus da covid-19, por exemplo, gera uma infecção aguda, com tosse, febre alta e falta de ar em poucos dias. Já a infecção pulmonar causada pela bactéria responsável pela pneumonia pode levar semanas ou até meses para causar sinais, que começam a ser apresentados por cansaço, tosse, falta de apetite e escarros."

Infecções causadas por fungos, mais raras e mais comuns em pessoas que vivem em áreas rurais, também podem demorar mais para apresentar sintomas e até se tornarem crônicas.

O que pode tornar uma infecção grave é a magnitude da infecção, do dano que ela está causando no órgão.

"São dois pulmões divididos em vários lobos. Quanto mais lobos forem acometidos, mais grave ela se torna. Outro fator a ser medido para avaliar a gravidade é o funcionamento dos pulmões - se o paciente está com oxigenação baixa, e apresenta falta de ar ou dor", afirma André Nathan, pneumologista da Comissão de Infecções Respiratórias da SBPT (Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia)

No caso de vírus, Gomes explica que há poucas opções de tratamentos disponíveis, mas reforça a importância da vacinação. "Cada pessoa deve fazer sua imunização, já que nesses casos é melhor um trabalho de prevenção."

Já para fungos e bactérias, a conduta para tratar o paciente vai depende do tipo de microrganismo que originou o quadro.

Como cantar e dançar, atividades que Chris Martin executa nos palcos, exigem muito do sistema cardiorrespiratório, um esforço durante os shows provavelmente faria com que ele não conseguisse exercer bem a apresentação, e ainda traria risco de mal-estar, tosse e baixa de pressão.

O descanso, explica André Nathan, é importante para que o corpo tenha tempo para se recuperar. "É importante que a energia esteja reservada para combater a infecção, e não em fazer esforços físicos, principalmente os mais intensos."

- Este texto foi publicado originalmente em https://www.bbc.com/portuguese/geral-63089478

Sabia que a BBC está também no Telegram? Inscreva-se no canal.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!