Colega de faculdade de Gilberto diz que não imaginava ver brother no 'BBB21': 'Queria estudar fora'

Luana Santiago
·3 minuto de leitura

Na faculdade, Gil do Vigor é exatamente como no ''Big Brother Brasil 21'': comunicativo, engraçado e divertido. Rômulo Machado, de 29 anos, estudou por dois anos com o brother na Universidade Federal de Pernambuco, em Recife, onde Gilberto faz doutorado em Economia. O empresário estava na mesma turma de Gil, porém desistiu do curso após dois anos e voltou para o Rio. Ele ainda lembra, porém, da personalidade marcante do colega de classe.

Leia mais:

— Gilberto é muito caricato, divertido e engraçado. Ele pula, brinca... É perfeito pra participar do programa. Lá na faculdade, ele tinha a mesma postura que tem no ''BBB 21'' — relembra Rômulo: — Minha mulher (a empresária Ana Carolina Rufino, de 32 anos) estava comentando do hábito dele de abraçar outras pessoas no ''BBB21'', de abraçar e colocar a cabeça no peito. E ele era muito assim mesmo. Muito carinhoso.

E, conforme mostrou logo no primeiro dia de ''BBB21'', o pernambucano também é muito receptivo. Não à toa que ficou responsável por recepcionar os calouros da pós-gradução no campus em que estuda.

— O centro de pós-graduação o deixou responsável por recepcionar os novos alunos de outros estados ou os que estavam entrando na pós-graduação. Foi assim que o conheci. Como ele já tinha o mestrado em Economia na UFPE, conseguiu ser dispensado das matérias obrigatórias do doutorado, mas ainda fazia as disciplinas eletivas e tinha um contato muito forte com a gente por ser monitor de algumas disciplinas — explica o empresário.

Como monitor, Gil do Vigor mostrava dois lados: o brincalhão, que aparece com mais frequência no ''Big Brother Brasil'', e o mais sério, principalmente quando os professores estão por perto.

— Ele foi monitor da minha turma de Microeconomia. Era um cara muito conversador. Brincava muito com os alunos, falava besteira, zoava... Mas quando os professores estavam por perto, era mais comedido. O que é o normal quando o chefe está por perto. Ele passava nossas dúvidas para os professores, era muito inteligente e muito esforçado. Lá no campus todo mundo tem um carinho muito grande por ele — afirma o colega.

Apesar de definir Gilberto como alguém que tem ''a personalidade ideal para um realiity show'', Rômulo não acreditava que o veria na televisão.

— Não imaginava que veria um conhecido ''BBB21'', ainda mais o Gil. Quando o conheci, ele estava se dedicando aos processos seletivos para estudar no exterior (e o brother conseguiu ser aprovado!). Até por isso que não tínhamos muito contato. Enquanto eu estava fazendo as matérias, ele estava fazendo testes de inglês. Estava muito focado nisso, então, por isso, imaginei que ele iria para fora do país. Imaginava ele estudando nos EUA e não no ''BBB21''. Ele era um aluno muito esforçado. Ficava na faculdade de manhã até de noite.

Embora não fossem tão próximos, Rômulo e Gilberto chegaram a sair uma vez para comemorar o fim do primeiro semestre do doutorado. A foto é a única que Rômulo tem com Gilberto.

— Foi a única vez que saí junto com o Gil. Na foto estou com a minha turma. Tínhamos acabado de fazer a última prova do primeiro semestre. Estávamos indo tomar uma cerveja em uma feira, e ele acabou indo junto — explica Rômulo.

Mesmo sem acompanhar o ''Big Brother Brasil'' com frequência, Rômulo tem prestado atenção no jogo do colega de faculdade. Para ele, Gilberto deve ser mais cauteloso com as alianças que vem firmando nas últimas semanas.

— Eu acompanho quando dá... Por enquanto estou achando o desempenho dele bom. Ele é bem engraçado, esforçado e inteligente. Junto com a Sarah, está sendo assim. Mas acho que ele precisa tomar cuidado com estouros e, também, com as alianças. Mas ainda tem muito jogo pela frente.