Colégio eleitoral em Natal tem atraso de duas horas para abrir e gera aglomeração

·3 minuto de leitura
Pessoas de grupo de risco, que tinham prioridade, ficaram para fora esperando (Foto: Reprodução/Inter TV/Kleber Teixeira)
Pessoas de grupo de risco, que tinham prioridade, ficaram para fora esperando (Foto: Reprodução/Inter TV/Kleber Teixeira)

Uma zona eleitoral em Natal, Rio Grande do Norte, demorou duas horas a mais que o previsto para abrir para votação, o que gerou filas e confusão. O caso aconteceu na Escola Municipal Monsenhor José Landim, no bairro Potengi.

De acordo com informações do G1, um cadeirante que estava na porta esperando chegou a passar mal.

A informação repassada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, o atraso aconteceu porque o supervisor do colégio eleitoral não estava lá. Às 9h25, a equipe responsável chegou e a votação pode começar.

O local deveria estar aberto às 7h. Até às 10h, o horário é preferencial para idosos, por isso, muitos foram cedo aos locais de votação. Muitas pessoas mais velhas estavam em frente à escola e tiveram de ficar esperando enquanto a equipe responsável não chegava.

Leia também

Ao G1, uma dona de casa que estava na fila, Maria da Paz, classificou a situação como um desrespeito. “Muito ruim, a gente é do grupo de risco, eu tenho 71 anos, disseram que começaram Às 7h e até agora nada. Um absurdo isso. A gente aqui debaixo desse sol, sem uma água pra tomar, é um desrespeito”, disse.

Mesário confirmaram que o supervisor do Tribunal Regional Eleitoral do local não chegou na hora determinada, por isso houve atraso.

Eleições municipais em todo país

As Eleições 2020 movem praticamente todo país neste domingo. Por conta do coronavírus, essa tem sido uma eleição diferente, com horários estendidos e mais critérios de segurança sanitária.

Uma questão que levanta muitas dúvidas ao longo processo é o famoso coeficiente eleitoral. Bem resumidamente, é a divisão do número de eleitores pelo número de vagas (nós explicamos com detalhes AQUI). Cada cidade, então, tem seu coeficiente eleitoral.

Se você ainda não votou, leve de preferencialmente uma caneta própria para assinar o caderno dos mesários. E não se esqueça de conferir quais são os documentos necessários para votar. Por conta da pandemia, as urnas estão abertas das 7h às 17h (horários de Brasília).

Caso não esteja presente na cidade onde você está apto para votar, é possível justificar seu voto. Para saber como, siga nosso guia clicando AQUI. O segundo turno ocorrerá em dois domingos, no dia 29 de novembro de 2020.

O que faz um prefeito?

O Estado se divide em três poderes o Executivo, Legislativo e Judiciário, e o prefeito é o chefe do Poder Executivo. Ou seja, é responsabilidade do prefeito administrar a cidade que exerce suas funções. Para mais detalhes da função CLIQUE AQUI e para saber quanto ganha um prefeito, CLIQUE AQUI.

O que faz um vereador?

Eleito por votos da população, o vereador que é um agente político, trabalha no Poder Legislativo da esfera municipal da federação brasileira. Lembrando que o Brasil é dividido em três grupos de poder: União, Estados e Municípios. Pode-se dizer que o vereador exerce um papel similar ao dos deputados e senadores fazem nas esferas Estados e União. Para mais detalhes da função CLIQUE AQUI e para saber quanto ganha um vereador, CLIQUE AQUI.