Coletivo entrega a clubes das Séries A, B, C e D cartilha para auxiliar na inclusão de torcedores LGBTQIAP+ e no combate ao preconceito

·1 minuto de leitura

Passado o 28 de junho, Dia Internacional do OColetivorgulho LGBTQIAP+, o Canarinhos Arco-íris elaborou e enviou aos clubes de futebol uma cartilha para ajudá-los no combate a lgbtfobia. O objetivo do documento, encaminhado aos participantes das quatro divisões nacionais, é orientá-los a como incluir a diversidade de torcedores e se posicionar diante do preconceito durante todo o ano.

O documento explica o significado de todas as letras que compõem a sigla LGBTQIAP+, de forma a ajudar as entidades a evitar erros ao se referir a elas. Informa também todas as datas voltadas à afirmação e combate ao preconceito. Além do 28 de junho, o calendário conta com diversas outras. Entre elas, o 25 de março (Dia Nacional do Orgulho Gay) e o 17 de maio (Dia Internacional do Combate à LGBTfobia). O coletivo ressalta, contudo, a imortância de não limitar as ações de inclusão a estes dias.

A cartilha oferece uma lista e iniciativas, como a criação de um canal de diálogo com torcidas LGBTQIAP+, a venda de roupas e assessórios oficiais voltados à temática da diversidade e a elaboração de medidas a serem adotadas diante de atos de LGBTfobia por parte de sócios, jogadores ou qualquer outro membro dos clubes. Algumas delas já são feitas pelo país, mas em poucas instituições até o momento.

O Canarinhos Arco-íris é um coletivo nacional que atualmente é composto por 19 torcidas LGBTQIAP+ de 17 clubes diferentes. Além de tentar manter um diálogo com os mais diversos agentes do futebol brasileiro, faz o monitoramento das ações afirmativas.

De acordo com o coletivo, 94 clubes do país fizeram algum tipo de ação no último dia 28. Na Série A, apenas dois se omitiram nesta data: o Athletico e o Ceará.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos