Site coloca Pelé como jogador mais superestimado de todos os tempos; Neymar está no top-10

Pelé encabeça lista de jogadores mais superestimados de todos os tempos elaborada por site inglês

Para muitos, Pelé foi o maior jogador de futebol de todos os tempos. Mas, para o site inglês "Football 365", colocar essa coroa na cabeça do Rei pode ser um certo exagero. O tricampeão mundial pela seleção brasileira, na verdade, encabeça uma lista dos 10 jogadores mais superestimados de todos os tempos (veja o ranking abaixo).

"Ele não foi o melhor jogador do Brasil na Copa de 1958, nem na de 1970, e passou boa parte da de 1962 lesionado. Além disso, turbinou suas estatísticas com amistosos não-oficiais e coisas do tipo", argumenta o site: "Heleno de Freitas e Garrincha podem ter sido tão bons quanto, o que prova que Pelé se beneficiou das circunstâncias. O primeiro nasceu cedo demais para aproveitar a exposição na TV e o segundo não tinha interesse em se promover".

E Pelé não foi o único brasileiro citado pelo site. Pelo contrário: jogadores do país ocupam nada menos que metade do top-10 do "Football 365".

O ex-lateral-esquerdo Roberto Carlos ficou com a ingrata medalha de bronze, como o terceiro mais superestimado da história. "Enquanto há vídeos que compilam inúmeros lances de velocidade e chutes que desafiam a física, há também provas de sobra de que o brasileiro nunca se preocupou em defender", escreve o site.

Outros lembrados foram Philippe Coutinho, em 6º, Neymar, em 7º, e Hulk, em 10º. Sobre Coutinho, o site argumenta que se trata de um jogador "sem posição definida", que "nunca foi o melhor ou mais importante do Liverpool enquanto esteve em Anfield", e cuja reputação "se sobrepõe à habilidade".

Ranking: Confira a lista dos maiores ídolos do Botafogo, do Flamengo, do Fluminense e do Vasco

Já Neymar, cujos números e habilidades foram elogiados, acabou criticado pela carreira pós-Barcelona. O site aponta que o brasileiro não se consolidou como o sucessor natural de Messi e Cristiano Ronaldo. E pior, que, mesmo sendo o jogador mais caro da história, acabou ficando à sombra de Mbappé no PSG.

Hulk, por sua vez, é tratado como prova de que o marketing é importante no futebol. O "Football 365" classifica os famosos chutes do atacante como uma "caricatura" e diz que ele se beneficiou de ter construído a carreira em ligas menos fortes, como as de Portugal, Rússia e China.

Veja o ranking

1º — Pelé

2º — David Ginola

3º — Roberto Carlos

4º — Claude Makelele

5º — Georgi Kinkladze

6º — Philippe Coutinho

7º — Neymar

8º — Paul Scholes

9º — Hidetoshi Nakata

10º — Hulk