Com 11 'camisas 10', Santos promove noite especial para homenagear Pelé

A noite de estreia do Santos no Campeonato Paulista contra o Mirassol, neste sábado, foi mais que especial. No reencontro com a torcida, o Peixe preparou uma série de homenagens a Pelé, ícone do clube e da história do futebol mundial. Na mais marcante delas, os titulares e reservas "vestiram" a camisa 10 do Rei.

Com exceção de Soteldo, atual dono do número, que recebeu camisa especial com os dizeres "Obrigado, Rei", cada atleta do Santos foi numerado com uma operação matemática que resultava em 10 tomando por base suas camisas. Marcos Leonardo, camisa 9, virou 9+1. Zanocelo, o 5, virou 5x2. Em cada uma delas, frases exaltando Pelé em diferentes línguas foram grafadas.

Os jogadores entraram para aquecer com camisas com a comemoração icônica do soco no ar do Rei. "Pelé eterno", dizia. Além disso, a camisa de jogo tinha fita de luto em homenagem a Pelé, que morreu vítima de um câncer, aos 82 anos, no último dia 29, e foi velado na Vila.

Já em campo, ídolos e contemporâneos do Rei levaram uma coroa ao centro do gramado, onde um trono a esperava. Um momento de emoção e muita exaltação.

"Mil gols, mil gols, mil gols. Só Pelé, só Pelé. Que jogou no meu Santos", cantava a torcida antes da partida, que teve show de luzes na arquibancada. No minuto 10 da partida, houve outro momento especial de aplausos e gritos.