Com 87% da população imunizada, Chile vai abrir fronteiras em outubro para vacinados

·2 minuto de leitura
View of the Municipal Theatre of Santiago in Santiago, on September 13, 2021. - After a year and a half of having closed its doors, the Municipal Theatre of Santiago will resume its functions on September 15 after a decline of covid-19 cases in Chile. (Photo by MARTIN BERNETTI / AFP) (Photo by MARTIN BERNETTI/AFP via Getty Images)
Estrangeiros poderão entrar no país com homologação da vacina contra a covid-19 (Foto: MARTIN BERNETTI/AFP via Getty Images)
  • Chile vai permitir a entrada de estrangeiros vacinados a partir de 1º de outubro

  • Estrangeiros terão de cumprir quarentena de 5 dias; em caso de descumprimento, serão multados

  • Homologação da vacinação pode demorar até 30 dias

O Chile vai abrir as fronteiras para a entrada de estrangeiros não residentes no país a partir de 1º de outubro. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (15) pela subsecretária de Saúde Pública, Paula Daza.

No entanto, todos que entrarem no país terão de cumprir quarentena obrigatória de 5 a 7 dias. Veja o que será necessário para entrar no país:

  • Declaração juramentada

  • Apresentar um teste PCR negativo feito em até 72 horas antes de chegar ao país

  • Ter um seguro médico de viagem

  • Apresentar um certificado de vacinação do país de origem

“É importante que as pessoas que entram no país cumpram todas essas medidas, fazer um autoreporte, além de respeitas as medidas de autocuidado”. O “autoreporte” é um formulário enviado diariamente pelas autoridades sanitárias para que o viajante descreva como está o estado de saúde durante os primeiros 14 dias no país.

Os viajantes poderão entrar pelos aeroportos de Iquique, Antofagasta e pelo aeroporto da capital, Santiago, Arturo Merino Benítez.

Leia também:

Como funciona a quarentena no Chile

Viajantes que entrarem no Chile e estão vacinados terão de cumprir quarentena de 5 dias e é essencial ter o chamado “Pase Mobilidad”, o equivalente a um “passaporte de vacinação”. A homologação deve ser feita pelo site do Ministério de Saúde do país. Esse processo pode demorar até 30 dias.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Durante os 5 dias de isolamento, não é permitido sair da residência onde está por nenhum motivo e também não se pode receber visitas. Todas as pessoas que vivem no local, mesmo quem já estava no Chile, devem cumprir a quarentena durante o período. O deslocamento do aeroporto até o local não pode ser feito por transporte público, apenas carro privado.

Caso a pessoa esteja em um hotel, terá de ficar no quarto durante os cinco dias. É comum que fiscais vão ao local onde estão os viajantes diariamente e, em caso de descumprimentos, haverá aplicação de multa. Atualmente, o valor da multa é de 2 milhões de pesos chilenos, equivalente a R$ 13,3 mil.

Situação da covid-19 no país

Nesta quarta, o país registrou 408 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas e 8 mortes pela doença. No Chile, 90% da população recebeu a primeira dose (ou dose única) da vacina, enquanto 87% dos moradores do país com mais de 18 anos estão com a imunização completa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos