Com 98% dos leitos de Bauru ocupados, prefeita participa de aglomeração em protesto contra Doria

FÁBIO ZANINI
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A prefeita de Bauru (a 329km de São Paulo), Suéllen Rosim (Patriota), participou de uma manifestação pela abertura do comércio na cidade e contra o governador João Doria (PSDB) nesta sexta-feira (12), ao lado de Luciano Hang, empresário bolsonarista que é dono da rede de lojas Havan. A taxa de ocupação de leitos públicos em Bauru é de 98% atualmente, e a cidade está na fase vermelha do Plano São Paulo, que prevê as restrições mais rigorosas de isolamento social para conter o coronavírus. Os manifestantes pedem o afrouxamento das medidas de restrição em Bauru e chegaram a fechar a passagem de veículos na rodovia Marechal Rondon. No começo da tarde, Rosim falou em cima de um carro de som, diante de um grupo de manifestantes aglomerados. Ao seu lado estava Hang, ambos sem máscaras. Hang viajou à cidade do interior de São Paulo para participar da manifestação e cedeu o estacionamento de uma de suas lojas para que fosse realizada. A região de Bauru é uma das que desobedeceram as medidas impostas pelo governo do estado nas últimas semanas, e Doria disse que a prefeita da cidade faz "vassalagem" ao governo Bolsonaro, em vez de defender a população do coronavírus. ​