Com alta de casos de Covid-19, cariocas lotam centros de testagem neste domingo

·3 min de leitura

RIO - Mesmo no fim de semana, os profissionais dos centros de testagem públicos para a Covid-19 não tiveram descanso, com o avanço da variante Ômicron. Os postos do Parque Olímpico, da Cidade Nova e do Leblon tiveram grande movimentação neste domingo. Cariocas e turistas continuaram a encher os postos em busca de um diagnóstico para sintomas como febre, calafrio, tosse, coriza, dor de garganta, dor de cabeça e alteração no olfato e/ou paladar, além de pessoas que tiveram contato com casos positivos.

Este foi o caso da técnica de segurança do trabalho Alessandra Dias, de 45 anos, que foi junto com o filho Pedro Lucas, de 14, ao centro de testagem que foi aberto há poucos dias no Clube Municipal do Servidor, na Cidade Nova.

— Nós tivemos contato com o meu sobrinho, que testou positivo ontem. Chegamos umas 9h e saímos 11h. Mesmo não tendo contato diário com ele, foi um contato próximo. Decidimos fazer o teste, até para eu apresentar no meu trabalho também — explica Alessandra, que testou negativo, assim como Pedro, e elogiou o atendimento na unidade.

No centro de testagem do Parque Olímpico, os pacientes foram divididos em dois grupo, para assintomáticos e para sintomáticos. A fila para quem apresentava sintomas estava bastante longa e seguia crescendo, até o início da tarde deste domingo.

No CIEP Nação Rubro Negra, no Leblon, outro novo centro de testagem, a atendente em restaurante Juliana Marques, de 44 anos, conseguiu pegar o local mais vazio, às 8h, e concluiu triagem e teste em uma hora. Já a sua filha Maria Eduarda Marques, de 15 anos, que chegou horas depois, encontrou o local bem mais cheio. Como a mãe testou positivo, a adolescente foi certificar o seu diagnóstico também, mas testou negativo.

— Comecei a sentir sintomas ontem e hoje teria que trabalhar. Fiquei sabendo que nesse CIEP estava fazendo testagem. Como o resultado sairia rápido, preferi ir logo para me certificar se estava positivada ou não. Achei o atendimento excelente por lá — avalia Juliana.

O local que se manteve vazio neste domingo foi o da Vila Olímpica do Alemão, onde havia espaço e cadeiras vazias nesta manhã. Porém, este centro de testagem registrou movimento intenso no sábado.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, no último sábado, o Clube dos Servidores Municipais, na Cidade Nova, realizou 964 testes e o CIEP Nação Rubro Negra, no Leblon, fez 2.900, no total. Este sábado também foi o primeiro dia de funcionamento do centro de testagem Arena Chacrinha, em Guaratiba, que testou 594 vezes.

Na rede pública, a prefeitura disponibiliza oito centros de testagem e atendimento: Policlínica Manoel Guilherme da Silveira Filho, em Bangu, e Unidade Ambulatorial Almir Dulton, em Campo Grande, funcionando de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h; e as vilas olímpicas do Alemão e de Honório Gurgel, Parque Olímpico da Barra da Tijuca, a Policlínica Rodolpho Rocco, em Del Castilho, o Clube Municipal do Servidor, na Cidade Nova, e o CIEP Nação Rubro Negra, no Leblon, abertos todos os dias, das 8h às 17h. O centro de atendimento em Pedra de Guaratiba ficará ao lado do Centro Municipal de Saúde (CMS) Alvimar de Carvalho.

Com a alta de casos na última semana, a prefeitura do Rio solicitou a abertura de 200 leitos da rede federal para serem utilizados em caso de necessidade para pacientes com Covid-19. Segundo o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, destacou que esta é uma medida de precaução.

Na última sexta-feira, as redes de saúde viram o número de internados aumentou 300% na rede municipal em duas semanas na capital.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos