Com apoio de negros e mulheres, Biden abre 12 pontos de vantagem contra Trump

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A cinco dias da eleição que vai escolher o novo — ou o mesmo — presidente dos EUA, o candidato democrata Joe Biden aparece 12 pontos à frente do republicano Donald Trump em uma pesquisa de intenções de voto feita pelo instituto SRSS a pedido da emissora americana CNN. De acordo com a sondagem, 54% dos entrevistados afirmam que votarão em Biden, enquanto 42% dizem que Trump será sua escolha. Embora a eleição seja decidida pelo sistema indireto que contabiliza os votos dos candidatos a cada estado, os dados históricos do SRSS apontam que esta é a maior vantagem em âmbito nacional registrada por um candidato na reta final da campanha em mais de 20 anos. O levantamento também aponta ampla liderança de Biden entre os eleitores que disseram ter votado antecipadamente —64% afirmam que votaram em Biden contra 34% em Trump. A vantagem de 30 pontos porcentuais é a mesma entre os que vão votar antes do dia da eleição, na próxima terça-feira (3), mas que ainda não tinham votado até o momento da pesquisa (63% a favor de Biden e 33% a favor de Trump). O instituto também fez recortes de gênero e raça. Entre as mulheres, 61% disseram ter intenção de votar em Biden, contra 37% que planejam votar em Trump. O atual presidente aparece pouco à frente de seu adversário na preferência dos homens (48% a 47%) e dos eleitores brancos (50% a 48%). Entre o eleitorado negro, Biden tem 71% das intenções de voto, contra 24% que preferem Trump. A pesquisa ouviu 1.005 eleitores entre os dias 23 e 26 de outubro, pela internet e por telefone. A margem de erro é de 3,6% e o índice de confiança é de 95%.