Com aumento da Covid, escolas da Flórida se revoltam contra regra estadual sobre máscara

·1 minuto de leitura
Pessoas com cartazes durante reunião escolar do condado de Lake, na Flórida

Por Saundra Amrhein e James Oliphant

TAVARES, Flórida (Reuters) - Em uma cena repetida nos Estados Unidos, pais e ativistas enfurecidos se manifestaram em uma reunião do conselho escolar do Condado de Lake, na Flórida, sobre a exigência do uso de máscaras para alunos e funcionários devido à Covid-19.

Alguns oponentes da proposta da máscara mostravam cartazes que diziam “Deixe nossos filhos respirar”. Mesmo com a Flórida registrando um número recorde de casos de coronavírus, um participante chamou a pandemia de "exagerada". Outro foi escoltado por autoridades após gritar com membros do conselho.

A proposta exigiria que funcionários e alunos usassem máscaras por 14 dias em escolas com taxas de positividade da Covid iguais ou superiores a 5%. Mas o governador republicano da Flórida, Ron DeSantis, proibiu determinações semelhantes em julho.

Desde a ordem de DeSantis, mais de uma dezena de condados da Flórida se rebelaram e votaram para exigir máscaras para proteger alunos e professores enquanto a variante Delta se espalha por todo o Estado. Nesta semana, o Departamento de Educação estadual sancionou dois condados que aprovaram o uso de máscara na escola.

A batalha entre DeSantis e os sistemas escolares do Estado ecoa disputas maiores em todo o país. Outros Estados governados por republicanos, como Arizona e Texas, também baniram a exigência de máscaras nas escolas, mesmo com os casos de Covid disparando em seus estados, enquanto pais e eleitores estão fortemente divididos sobre medidas de segurança e liberdades pessoais.

A reação na Flórida contra o governador republicano inicialmente foi liderada por grandes distritos escolares urbanos administrados por democratas. Mas esta semana viu condados mais conservadores que apoiaram o republicano Donald Trump na eleição presidencial de 2020 também desafiando DeSantis e instituindo suas próprias regras.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos