Com aumento de 3,15%, litro de gasolina chega a custar R$ 7,88 no sul, diz ANP

·2 min de leitura
Segundo a ANP, em uma semana, o valor médio da gasolina nos postos do país cresceu 3,15%. Foto: Getty Images.
Segundo a ANP, em uma semana, o valor médio da gasolina nos postos do país cresceu 3,15%. Foto: Getty Images.
  • O preço da gasolina de posto mais alto foi encontrado no Rio Grande do Sul, custando R$ 7,88 o litro;

  • O maior valor médio do país está no Piauí, com o litro chegando a R$ 7,14;

  • Em 15 estados, há cidades onde o preço do combustível passa dos R$ 7.

De acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em uma semana, o valor médio da gasolina nos postos do país cresceu 3,15%, sendo esta a quarta semana consecutiva de alta. 

O maior preço encontrado foi de R$ 7,88, no Rio Grande do Sul. O município é Bage, próximo da fronteira do Uruguai. Já em Porto Alegre, capital, alguns postos chegam a preços maiores que R$ 7, ainda que a média esteja em R$ 6,99. Ainda assim, a média do estado está em torno de R$ 6,84.

Leia também:

No Piauí é onde se encontra o maior preço médio da gasolina nos postos, com o litro custando R$ 7,14. Enquanto isso, o valor médio do combustível no país é de R$ 6,56, ou seja, R$ 0,20 a mais pelo litro do que a semana passada, quando custava R$ 6,36.

Há cidades, em 15 estados, com a gasolina precificada acima de R$ 7. O Amapá é o único estado com o combustível custando abaixo de R$ 6, com média de R$ 5,57.

Já o etanol teve aumento de 3,9%, e uma média de R$ 5,06. Esta é a primeira semana em que etanol e diesel extrapolaram os R$ 5. O último está alcançando R$ 5,21.

Veja alguns dos estados onde o preço do litro em postos ultrapassou os R$ 7:

Acre ( R$ 7,300);

Alagoas (R$ 7,198);

Bahia (R$ 7,299);

Ceará (R$ 7,190);

Distrito Federal (R$ 7,199);

Goiás (R$ 7,299);

Mato Grosso (R$ 7,230);

Minas Gerais (R$ 7,479);

Pernambuco (R$ 7,439);

Piauí (R$ 7,299);

Rio de Janeiro (R$ 7,649);

Tocantins (R$ 7,279).

As informações são da CNN Businness e do portal G1.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos