Com avanço da vacinação contra Covid, SP fecha dois postos de drive-thru

·1 min de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 16.06.2021 - A Prefeitura de São Paulo inicia hoje a vacinação de quem tem 56 anos ou mais. A previsão e que comece também a vacinação de quem tem 50 anos, como prevê o calendário do estado de SP. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 16.06.2021 - A Prefeitura de São Paulo inicia hoje a vacinação de quem tem 56 anos ou mais. A previsão e que comece também a vacinação de quem tem 50 anos, como prevê o calendário do estado de SP. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os postos de vacinação contra a Covid-19, montados no Memorial da América Latina, na zona oeste da capital paulista, e no Shopping Anália Franco, na zona leste da cidade, vão deixar de funcionar, segundo anunciou a Prefeitura de São Paulo nesta quinta-feira (28). O ponto de imunização no Anhembi (zona norte) já havia sido desativado recentemente.

Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, ao todo foram aplicadas mais de 142 mil doses de vacina contra a Covid nos dois postos --0,71% das quase 20 milhões de doses aplicadas na cidade desde janeiro, quando começou a imunização.

Os dois postos são no sistema drive-thru, em que não é preciso descer do carro para tomar vacina. O do memorial da América Latina já não abre nesta sexta-feira (29). Já o drive-trhu da zona leste deixa de funcionar no sábado (30).

Ao todo, 93% da população adulta do município estão com o ciclo vacinal completo e o fechamento dos potos é justamente por causa do avanço na vacinação.

Nesta quinta (28), com um decreto, o prefeito Ricardo Nunes (MDB) revogou todas as restrições de ocupação, horário de funcionamento e distanciamento mínimo entre pessoas em estabelecimentos públicos e privados na cidade de São Paulo.

O texto, porém, manteve a obrigação do uso de máscaras, ao contrário da flexibilização de outras capitais, como Rio de Janeiro e Distrito Federal.

O decreto também obriga a apresentação de comprovante de vacinação contra o novo coronavírus em eventos com mais de 500 pessoas. Em alguns locais públicos na cidade, como a Câmara Municipal e os fóruns do Tribunal de Justiça, o passaporte de vacina é obrigatório para qualquer um.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos