Com Biden prestes a completar 80 anos, norte-americanos questionam: o que é ser velho demais?

Joe Biden em Sharm el-Sheikh, no Egito

Por Steve Holland e Jason Lange

WASHINGTON (Reuters) - A disputa pela Casa Branca em 2024 pode ter um cenário sem precedentes nos Estados Unidos, que comemora juventude, mas onde milhões de norte-americanos - incluindo presidentes - agora continuam trabalhando bem depois da idade tradicional de aposentadoria de 65 anos.

Ronald Reagan tinha 77 anos quando deixou a Casa Branca, mas o presidente Joe Biden, que completa 80 em 20 de novembro, teria 86 quando um segundo mandato de quatro anos se encerrasse, caso ele o conquiste. O favorito para ser seu adversário republicano, Donald Trump, teria 82 ao deixar o cargo, se vencer em 2024.

Como sociedade, os Estados Unidos estão envelhecendo e trabalhando até mais tarde. A população com mais de 65 anos deve quase dobrar, de 52 milhões em 2018, para 95 milhões até 2060. Até 2026, mais de um em cada quatro homens com mais de 65 anos ainda estará trabalhando, projeta a organização sem fins lucrativos Population Reference Bureau.

Mesmo assim, alguns norte-americanos têm preocupações com a idade avançada dos dois candidatos mais prováveis para 2024.

Embora 71% dos democratas acreditem que Biden é “mentalmente afiado e capaz de lidar com desafios”, 46% dizem que ele talvez não esteja à altura do desafio de concorrer em 2024, segundo uma pesquisa Reuters/Ipsos realizada entre quarta-feira e quinta-feira. Cerca de um quarto dos republicanos, 26%, pensam que Trump talvez não tenha condições de concorrer em 2024 por causa da idade.

Excluindo afiliação política, 68% das pessoas entrevistadas pensam que Biden talvez não esteja à altura do desafio daqui a dois anos, e 49% dizem o mesmo sobre Trump. Aproximadamente 86% dos norte-americanos afirmam que acreditam que a idade limite para ser presidente deveria ser 75 anos ou mais jovem, segundo a pesquisa.

Os ocasionais deslizes verbais de Biden e sua tendência a sair do roteiro durante aparições em público foram tomados pelos seus críticos republicanos como provas de que ele é velho demais para o cargo. Seus apoiadores dizem que o presidente, que superou gagueira na infância, improvisa em discursos públicos há décadas.

As chances de Biden para um segundo mandato foram reforçadas nesta semana, quando os democratas foram melhor do que o esperado nas eleições de meio de mandato para o Congresso e de governadores.

Questionada sobre preocupações com a idade de Biden, antes do seu aniversário de 80 anos, a Casa Branca disse que os seus resultados recentes falam sozinhos.

Em uma entrevista recente à MSNBC, Biden disse que perguntas sobre sua idade eram “totalmente legítimas”, mas que ele tinha a intenção de buscar um novo mandato.

EUA ENVELHECIDOS, LÍDERES ENVELHECIDOS

O Congresso prestes a encerrar seu mandato é um dos mais velhos da história dos EUA, com mais de metade da Câmara e dois terços do Senado parte da geração “Baby Boomer”, nascida entre 1946 e 1964, segundo a Pew Research.

Alguns membros são mais velhos que Biden e Trump. A presidente da Câmara, Nancy Pelosi, tem 82 anos. O líder republicano no Senado, Mitch McConnell, tem 80. O senador republicano por Iowa, Chuck Grassley, 89, ganhou mais um mandato de seis anos na terça-feira.

Os norte-americanos não estão necessariamente confortáveis com essa situação. Dois terços das pessoas que responderam à pesquisa apoiam a ideia de haver um limite de idade para titulares de cargos federais, incluindo presidente, membros do Congresso e juízes da Suprema Corte, segundo a pesquisa da Reuters.