Com casa própria, homem se disfarça de morador de rua para traficar drogas no DF

·1 minuto de leitura
Rapaz tem se disfarçado de morador de rua para traficar - Foto: Reprodução
Rapaz tem se disfarçado de morador de rua para traficar - Foto: Reprodução
  • Homem foi flagrado disfarçado de morador de rua para traficar crack

  • Ele também tem ameaçado e extorquido pedestres e comerciantes

  • A polícia investiga o caso e descobriu que o rapaz tem casa própria

Um homem tem se disfarçado de morador de rua para traficar drogas e ameaçar moradores em Brasília. As informações são do portal Metrópoles.

O rapaz passou a misturar-se com outros moradores de rua na Asa Sul nas últimas semanas. Ele fica em uma barraca, na qual finge dormir, e repassa pedras de crack a usuários da região.

Leia também

A polícia abriu inquérito para investigar o caso e constatou que o suspeito, de fato, não é morador de rua. Ele, inclusive, possui casa própria.

O criminoso, que não teve a identidade revelada, é apontado como principal controlador do tráfico na região e se intitula “dono da quadra”.

Homem é considerado lider do tráfico de crack na região - Foto: Getty Images
Homem é considerado lider do tráfico de crack na região - Foto: Getty Images

Nos últimos tempos, ele passou a também ameaçar os moradores e comerciantes locais. Agindo como pedinte, ele se aproxima das pessoas e exige um pagamento em dinheiro.

“Ficamos reféns dentro de casa, pois esse traficante exige dinheiro de quem passa e chega a ameaçar quem se recusa a dar qualquer quantia. Já fui cercada dentro de uma padaria e meu filho começou a chorar”, contou ao Metrópoles uma moradora.

Histórico de violência

O rapaz possui histórico violento e chegou a ser preso no início do mês após esfaquear um homem dentro de uma loja. Na ocasião, foi liberado por decisão da Justiça apenas dois dias depois do episódio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos