Com coronavírus, Oi suspende cobrança a empresas em home office por três meses

Bruno Rosa

RIO- A Oi, maior concessionária de telefonia do Brasil, decidiu suspender a cobrança às grandes e médias empresas que trabalham no sistema de home office. A expectativa é que mais de 57 mil clientes sejam beneficiados. A estratégia faz parte das iniciativas criadas pela tele para amenizar os efeitos na economia da pandemia do coronavírus.

Por coronavírus, operadoras deverão aumentar velocidade da internet, determina Anatel

Segundo a Oi, haverá isenção de cobrança por 90 dias. As pequenas e médias empresas que trabalham em home office usam um pacote corporativo da empresa chamado de Oi Smart Office, que conta com serviços na nuvem (cloud) e de conectividade, como reuniões por videoconferência.

— Entregamos ao cliente corporativo comodidade em um período de alta demanda por home office. Atualizamos a nossa solução buscando atender as necessidades atuais desse modelo de jornada de trabalho remoto, entregando conectividade, acesso e desempenho - diz Rodrigo Shimizu, diretor de Marketing da Oi Soluções.