Com Covid-19, Branco é intubado na UTI de hospital no Rio

·1 minuto de leitura

O ex-jogador Branco está internado na UTI do Hospital Copa Star, no Rio de Janeiro, após agravamento do quadro de Covid-19. Coordenador da seleção brasileira masculina de base, ele foi intubado na última quinta-feira.

Segundo o boletim médico divulgado nesta sexta-feira, o ex-jogador está sedado e respirando com ajuda de aparelhos de ventilação mecânica. Ainda de acordo com o boletim, o quadro de Branco é estável, e não há previsão de quando ele poderá “respirar por meios próprios”.

“O paciente Claudio Ibraim Vaz Leal, 56 anos, também conhecido como Branco, foi internado no Hospital Copa Star em 16 de março com quadro grave de acometimento pulmonar por Covid 19. Recebeu toda assistência intensiva de suporte respiratório-fisioterápico e medicamentosa, evoluindo ontem com piora clínica, necessitando de ventilação mecânica por aparelhos. No momento, encontra-se em leito de terapia intensiva, sob monitorização contínua, sedado e respirando por aparelhos. O quadro está evoluindo de maneira estável nas últimas 24h e ainda não há previsão de quando vai poder respirar por meios próprios”, informou o boletim do Hospital Copa Star.

O maior momento da carreira de Branco foi na conquista do tetracampeonato mundial pela seleção brasileira, na Copa de 1994, nos Estados Unidos. Naquela competição, o lateral-esquerdo marcou, de falta, o gol da vitória por 3 a 2 sobre a Holanda, pelas quartas de final.

Branco foi ainda campeão da Copa América em 1989 — vitória da seleção brasileiro sobre o Uruguai por 1 a 0, no Maracanã.

Pelo Fluminense, onde é um dos ídolos do clube, o ex-jogador foi tricampeão estadual em 1983/1984/1985 e campeão brasileiro em 1984.