Com desistência de Bivar, União Brasil deve anunciar outro presidenciável

O deputado Luciano Bivar faz gestos durante o lançamento de sua pré-candidatura à eleição presidencial para o partido União Brasil, em Brasília, Brasil, 31 de maio de 2022. (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
O deputado Luciano Bivar faz gestos durante o lançamento de sua pré-candidatura à eleição presidencial para o partido União Brasil, em Brasília, Brasil, 31 de maio de 2022. (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

Depois que o presidente do União Brasil e o deputado federal, Luciano Bivar, declarou que não vai ser mais candidato ao Palácio do Planalto, o partido planeja anunciar outro candidato ao cargo. Interlocutores esperavam que Bivar desistisse da candidatura e apoiasse o candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Havia negociação entre os partidos para que Lula sustentasse a candidatura de Bivar em uma possível candidatura a presidência da Câmara dos Deputados em 2023.

Veja como foram as últimas pesquisas eleitorais de 2022:

Ainda não está claro o que o União Brasil pretende com essa possibilidade de lançar um novo candidato à presidência, já que havia uma intensa pressão do PT sobre Bivar.

O PT esperava herdar grande parte dos votos destinados a Bivar caso ele retirasse sua candidatura, mesmo que não houvesse apoio formal do União Brasil. A aproximação com o União Brasil é tida como de grande relevância porque a legenda terá a maior fatia de fundo partidário, uma fortuna de R$ 782 milhões. Além disso, o União detém o maior tempo de propaganda de rádio e televisão e espera-se que a legenda eleja uma bancada considerável.

Caso a previsão de um novo candidato da legenda se confirme, o PT terá que repensar sua estratégia. Um dos nomes considerados para substituir Luciano Bivar na disputa eleitoral de outubro é o da senadora Soraya Thronicke, do Mato Grosso do Sul.

Luciano Bivar desistiu nesta sexta-feira (29) de concorrer para presidente depois que a pesquisa Datafolha evidenciou que seu nome não era lembrado pelos eleitores. Bivar não chegou a pontuar na pesquisa divulgada também na sexta.

Os partidos têm até o dia 15 de agosto para registar as candidaturas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos