Com Dorival, Pedro quase iguala gols pelo Flamengo da era Paulo Sousa

Não há forma mais justa do que medir a boa fase e a competência de um atacante do que em gols. E é justamente assim que Pedro se firma como titular com Dorival Jr a poucos meses da Copa do Mundo. Sob novo comando, o centravante está a um gol de igualar os números que obteve em menos da metade dos jogos em que foi lançado pelo técnico Paulo Sousa, que chegou ao clube prometendo utilizá-lo, mas não lhe deu sequência como titular.

Com os dois gols sobre o Juventude, Pedro chegou a sete, além de cinco assistências, em 12 partidas com Dorival. Como comparativo, foram oito gols marcados em 27 jogos na gestão do técnico português. Quem pensa que as chances não foram dadas, não é bem assim, mas houve particularidades.

Dos 1757 minutos em que esteve em campo em 2022, Pedro jogou 530 com Dorival, ao longo dos 12 jogos. Com Paulo Sousa, foram 1227 minutos em 27 jogos. A média de minutos com ambos os técnicos é similar, cerca de 45 por partida.

O que muda é o rendimento e a maior regularidade no aproveitamento do jogador nos momentos que ele precisava de confiança. Com Paulo Sousa, Pedro atuava como titular de forma esporádica e normalmente entrava em situações adversas. Desta forma, o atacante não conseguiu adquirir ritmo.

Além de um melhor momento técnico que Pedro vive, com mairo sequência como titular, o crescimento se deve muito a melhora coletiva do Flamengo na era Dorival. O time chegou a 25 gols, média de mais de dois por partida, que é inferior aos 29 do período de Paulo Sousa nos 12 primeiros jogos, mas quase todos foram pelo Campeonato Estadual. O próximo desafio do novo treinador é manter Gabigol tão participativo quanto Pedro, mas com mais bolas na rede.

Com a assistência na última partida, o atacante se tornou o segundo jogador que mais criou grandes chances de gol no Campeonato Brasileiro. Está apenas atrás de Arrascaeta, que lidera o quesito. O novo quarteto, completado por Éverton Ribeiro, vive grande fase individual e coletiva, e varia momentos de bilho nas últimas partidas. Entretanto, Gabigol ainda é o artilheiro do Flamengo no ano, com 20 gols, cinco deles na era Dorival, cinco também a mais que Pedro, que chegou a 15. Para o jogo contra o Avaí, o treinador avaliará se manterá a dupla junta novamente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos