Com filho nos braços, mulher leva facada de ex e morre

Suspeito irá responder por feminicídio. Foto Ilustrativa: Nino Carè/Pixabay

Uma mulher de 19 anos foi morta pelo ex-companheiro no último dia 17 em Venda Nova, Belo Horizonte, Minas Gerais. De acordo com informações da Polícia Civil de Minas Gerais, o suspeito Gleisson Fábio de Souza Pereira, de 26 anos, não aceitava o término da relação que tinha com Luana Cristina da Silva Rosa.

O relacionamento teria terminado por conta da situação de violência à qual Luana era submetida. Segundo o Núcleo de Investigação de Feminicídios, a mulher era vítima de abusos psicológicos e físicos.

No final do ano passado, ela tinha procurado a polícia após uma agressão. Na época, ela registrou uma ocorrência contra ele, o que acabou gerando uma medida protetiva da Justiça contra o suspeito.

Leia também:

Porém, no dia do crime, o ex-companheiro foi até a casa dela usando como desculpa uma vontade de ver o filho que tinha com a vítima, que tem apenas um ano. Quando ele chegou, a família de Luana tentou fazer com que ela não fosse ao encontro do homem, mas ela não achava que ele poderia lhe fazer algum mal.

A vítima, então, resolveu atender aos pedidos do ex-companheiro e levar o menino ao encontro do pai dele. Com o filho no colo, Luana foi golpeada com uma faca na barriga. Por estar muito perto do local do ferimento, a criança também foi atingida no pé.

A mulher chegou a ser socorrida pelo atual companheiro e foi levada à um hospital. No entanto, ela não resistiu aos ferimentos e morreu. A criança também foi socorrida e vai receber o atendimento necessário para seu tratamento.

O suspeito do crime se apresentou à Polícia Civil na última terça-feira (20), três dias depois de ter assassinado a ex-companheira e ferido o próprio filho. Ele irá responder pelo crime de feminicídio.