Com gol contra bizarro no último lance, Vasco cede empate ao Goiás pelo Campeonato Brasileiro

O gol do Goiás foi marcado no último lance da partida

Após um empate eletrizante no clássico com o Flamengo na última quinta-feira, o Vasco deu chegou a dar a impressão de que conseguiria uma vitória tranquila sobre o Goiás. Mas a queda de rendimento do time a partir dos 20 minutos do segundo tempo custou caro, e o Cruz-maltino acabou castigado com uma lambança coletiva de sua defesa aos 51 minutos do segundo tempo. Com o empate em 1 a 1, a equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo permanece estagnada na 10ª posição, a uma distância segura do Z4, mas cada vez mais distante da briga por uma vaga na pré-Libertadores.

Nos primeiros minutos de jogo, foi o Goiás quem começou melhor no jogo. Chegando com facilidade à meta vascaína, o Esmeraldino forçou o goleiro Fernando Miguel a fazer pelo menos três boas defesas nos primeiros 15 minutos. Na sequência, o Gigante da Colina contou com uma atuação inspirada de Guarín, que organizava o time e aos 36 minutos marcou, no talento e na raça, abriu o placar após boa trama com Cáceres e Marrony.

Na volta do intervalo, o Vasco continuou melhor na partida e deu a impressão de que ampliaria o placar a qualquer momento, mas a dificuldade de matar o jogo cobrou seu preço. A partir dos 15 minutos, o Goiás começou a pressionar os donos da casa, e poderiam ter chegado ao empate não fosse uma decisão polêmica da arbitragem. Aos 24 minutos, Fábio Sanches empatou para o Goiás, mas o juiz, com auxílio do VAR, viu falta de Rafael Moura em Guarín. No apagar das luzes, a pressão esmeraldina foi recompensada com uma falha coletiva que culminou no gol contra de Henríquez.