Com lesão no joelho, Gatito fala em vontade de voltar a atuar pelo Botafogo e revela erro médico

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Há quase um ano afastado dos gramados devido uma lesão no joelho direito, Gatito Fernández fez um desabafo através de suas redes sociais na última segunda-feira. O goleiro falou sobre a vontade de voltar a jogar, e revelou um erro médico que pode ter atrasado ainda mais seu retorno.

Interagindo em uma postagem do perfil "Zé Fogareiro", no Instagram, Gatito desmentiu a versão de que sua ida para a seleção paraguaia teria agravado a lesão. O goleiro revelou que um médico particular, ao analisar os exames, afirmou que ele deveria ter ficado de muletas por dois meses já a partir do momento da lesão, em setembro do ano passado. De acordo com ele, isso não foi diagnosticado nem pelo departamento médico do Botafogo nem pelo do Paraguai.

Na reta final da recuperação, o goleiro paraguaio de 33 anos falou ainda sobre seu empenho em voltar a defender o Botafogo. Ainda sem atuar nesta temporada, o contrato dele vai até dezembro.

Leia o desabafo completo de Gatito Fernández:

“Zé, gostaria de aclarar que eu nunca forcei ir para minha seleção e jogar os primeiros jogos das Eliminatórias e perder todo ano sem poder jogar. Em fui para a seleção porque me falaram que em 14 dias ficaria bem novamente. E foi o que eu fiz. O jogo na seleção foi dia 8/10/2020. E sempre se falou que eu piorei a minha lesão indo para a seleção (me convenceram que foi isso que piorou).

"Mas quando consultei pela primeira vez com o meu médico particular, 29/01/2020, ele mostrou para mim nas imagens que não tinha mudado praticamente nada da primeira lesão. E falou que a primeira lesão eu já tinha que ter ficado 2 meses com muletas para poder melhorar (então não eram 14 dias).

Então, Zé, tem muitas coisas que um dia eu vou falar que não se falou. Eu estou te respondendo porque já cansou que sempre acabam falando qualquer coisa menos a verdade.

E outra coisa: o meu empenho para voltar a jogar é muito grande. E todos no clube sabem o quanto eu me esforço para superar a lesão e poder ajudar ao Botafogo assim desde a minha chegada em 2017.”, escreveu Gatito.

O goleiro está em transição, na reta final da recuperação para poder voltar a jogar pelo Botafogo".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos