Com meta de ficar entre mais votados, Boulos cria conselho político

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 09.04.2022 - Guilherme Boulos (PSOL) durante manifestação no centro de São Paulo. (Foto: Marlene Bergamo/Folhapress)
*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 09.04.2022 - Guilherme Boulos (PSOL) durante manifestação no centro de São Paulo. (Foto: Marlene Bergamo/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com a meta de ficar entre os mais votados no estado, Guilherme Boulos (PSOL) lança nesta terça-feira (12) o conselho político de sua candidatura a deputado federal. O grupo conta com 40 nomes da sociedade civil, que discutirão propostas em diferentes áreas.

A lista inclui nomes como o psicanalista Christian Dunker, a chef Bel Coelho, o cientista político André Singer, a urbanista Raquel Rolnik, o sociólogo Jessé Souza e a psicanalista Vera Iaconelli.

Eles se reunirão uma vez por mês, em grupos temáticos. O lançamento acontece às 19h, na Fundação Lauro Campos, em Pinheiros.

"O conselho será um espaço de acúmulo com especialistas para discutir meios de enfrentar o bolsonarismo e pensar soluções para os problemas do Brasil e do Estado de São Paulo", diz o líder sem-teto.

Boulos desistiu de concorrer ao governo do estado para se aliar ao PT e tentar ampliar a bancada da esquerda. "Acho que vamos eleger Lula, mas isso não basta para revogar os retrocessos. Precisamos derrotar o centrão, precisamos de uma bancada popular no Congresso", disse à Folha.

Uma das metas da candidatura é a de bater concorrentes como Eduardo Bolsonaro (PL-SP) e outros representantes do bolsonarismo que tiveram votação expressiva em 2018.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos