Com morte de Guilherme de Pádua, fãs de Gloria Perez enchem perfil da autora com mensagens de apoio a ela

Com a morte de Guilherme de Pádua, fãs de Gloria Perez foram até as redes sociais da autora para deixar mensagens de apoio. Em 1992, a autora de "Travessia" teve a filha assassinada pelo ex-ator e pastor durante a gravação da novela "De corpo e alma". Nos textos deixados nos comentários da última publicação da novelista (e que nada tem a ver com a morte), os seguidores analisam a decisão da justiça de ter deixado Pádua fora da prisão após cumprir pena e complementam dizendo que da "justiça divina" ele não fugirá.

"Guilherme de Pádua morreu, agora ele será julgado de verdade", escreveu uma fã. "Gloria, a justiça tarda, mas não falha", complementou outra seguidora. "Não pagou na lei dos homens, mas hoje pagará na lei de Deus. Entendedores entenderão", escreveu uma internauta sem citar o nome do ex-ator. "A justiça dos homens liberou e a de Deus levou", repetiu um fã. "Um homem daquele não podia ficar aqui pagando de bom pastor enquanto uma mãe chora todos os dias", analisou outra usuária do Instagram.

O ex-ator Guilherme de Pádua morreu aos 53 anos, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Ele teve um infarto. A informação foi confirmada pela Igreja Batista da Lagoinha, que ele frequentava e onde era pastor.

"Pouco antes das 22h, recebi o telefonema de uma irmã falando de um dos nossos pastores que acabou de falecer. Pra mim foi um impacto muito grande, porque hoje de manhã eu dirigi o culto e ele estava com a esposa no primeiro banco. Ele praticou aquele crime tão terrível com a Daniela Perez, foi preso, cumpriu a pena e se converteu. Ele tava dentro de casa, caiu e morreu. Acabou de morrer", disse o pastor Márcio Valadão.