Com objetivo de ter 20 mil torcedores na final, Inglaterra pode testar 4 mil em Wembley na FA Cup

·1 minuto de leitura

Com a vacinação acelerada e restrições por conta da pandemia do novo coronavírus sendo cada vez mais relaxada, a Inglaterra planeja um passo ousado no futebol. Segundo a emissora "Sky Sports", a associação de futebol inglesa quer testar um público de quatro mil pessoas nas semifinais da FA Cup.

A intenção principal da FA é ter 20 mil torcedores na final da competição, no dia 15. Em conversas com o governo e autoridades de saúde locais, os dirigentes teriam aproveitado e tentado levar à frente, também, a proposta de ter torcedores na fase anterior. Oficialmente, os jogos seguem definidos como sem público, mas as negociações estão em andamento, segundo a emissora.

Os confrontos Leicester City x Southampton e Chelsea x Manchester City, marcados provisoriamente para o dia 17 de abril, em Wembley, serviriam como um laboratório para os jogos da Eurocopa que devem acontecer no país. A competição começa no dia 11 de junho, e o presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, deu prazo até o dia 7 para as cidades-sedes informarem se poderão receber público em seus estádios.

A Inglaterra foi uma das primeiras a fazer testes com torcedores em estádios. Em meio ao monitoramento da circulação do vírus no país, desde o início do ano passado, algumas cidades têm trabalhado com autorizações ocasionais para a presença de torcedores. Em fevereiro, o governo anunciou a intenção de liberar até 10 mil presentes na rodada final da Premier League, em maio.