Com pandemia e recessão, Papai Noel entrega pão e roupas a crianças na Venezuela

·1 minuto de leitura

GUARENAS, Venezuela (Reuters) - O Papai Noel andou pelas ruas da capital da Venezuela, Caracas, neste fim de semana, entregando às crianças presentes como pacotes de pão e roupas, no momento em que o país sofre com a pandemia de coronavírus e o colapso da economia.

Os venezuelanos estão mais uma vez comemorando o Natal sob crise, no sexto ano de recessão e o terceiro de uma hiperinflação que destruiu o poder de compra e impulsionou uma emigração em massa.

O grupo sem fins lucrativos Papai Noel nas Ruas, que há 14 anos recebe doações de roupas e brinquedos e os entrega a famílias e crianças em regiões pobres do país, distribuiu os presentes no subúrbio de Guarenas.

Um jovem chamado Raymar vestido de Papai Noel atendeu filas de crianças que esperavam com seus pais para receber pão, mortadela, roupas, sapatos e brinquedos.

Amilcar Ruíz, coordenador-local do Papai Noel nas Ruas, afirmou que este ano o grupo distribuiu mais comida devido à necessidade das comunidades em meio à pandemia. Em outros anos, o grupo levou mais brinquedos.

“(A comunidade) disse ‘não nos deixe de fora’”, disse Ruíz. “As famílias precisam alimentar seus filhos”.

(Reportagem de Efrain Otero e Jhonny Carvajal)