Com Pedro e Daniel Alves, Tite anuncia os 26 convocados do Brasil para a Copa do Mundo de 2022

O técnico Tite anunciou, nesta segunda-feira, na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), os 26 jogadores convocados para defender a seleção brasileira na Copa do Mundo de 2022, no Catar. Serão eles os responsáveis por tentar trazer o hexacampeonato para o país e atuar no torneio, que começa no próximo dia 20. Brasil estreia contra a Sérvia, no dia 24, às 16h (horário de Brasília). As novidades foram a inclusão de Pedro, do Flamengo, que irá ao Mundial pela primeira vez, e Daniel Alves, na lista pela terceira vez.

Tabela da Copa: Datas, horários e grupos do Mundial do Catar

Simulador: você decide quem será campeão da Copa do Catar

Juninho Paulista confirmou Ricardo Gomes, Fernando Lázaro, do Corinthians, e Lucas Oliveira, do Palmeiras, como parte da comissão técnica. Como chefe de delegação, anunciou Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF. Confira a lista de convocados:

Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras)

Laterais: Danilo (Juventus), Daniel Alves (Pumas), Alex Sandro (Juventus) e Alex Telles (Sevilla)

Zagueiros: Thiago Silva (Chelsea), Marquinhos (PSG), Éder Militão (Real Madrid) e Bremer (Juventus)

Volantes: Casemiro (Manchester United), Fabinho (Liverpool), Fred (Manchester United), Bruno Guimarães (Newcastle)

Meias: Lucas Paquetá (West Ham), Everton Ribeiro (Flamengo)

Atacante: Neymar (PSG), Raphinha (Barcelona), Vinicius Júnior (Real Madrid), Antony (Manchester United), Gabriel Jesus (Arsenal), Richarlison (Tottenham), Pedro (Flamengo), Gabriel Martinelli (Arsenal), Rodrygo (Real Madrid).

— O critério da convocação de Daniel Alves para a Copa do Mundo é um critério de todos. Ele premia qualidade técnica individual, aspecto físico e aspecto mental. Tal qual os outros — falou Tite, em coletiva para os jornalistas. — As pessoas têm que entender que os laterais na equipe brasileira com pontas, não tem lateral que vai trabalhar ofensivo, vai ter trabalhar construtor. A qualidade técnica que o Dani Alves empresta nesse quesito é impressionante. A qualidade técnica que ele tem é de um articulador, um organizador. Ele tem a capacidade de organização.

Maioria dos convocados é paulista; veja em que cidade nasceram os 26 da lista de Tite

Thiago Silva iguala recorde e será o 8° jogador brasileiro a ser convocado para quatro Copas do Mundo; veja lista

Real Madrid é o primeiro estrangeiro no top-10 dos clubes que mais cederam jogadores para a seleção brasileira; veja lista

Após acertar o retorno ao Barcelona na temporada passada, Daniel Alves não teve o vínculo renovado e optou por se transferir para o Pumas, do México. No futebol mexicano, atuou em apenas 12 partidas, não marcou gols e deu três assistências. O Pumas terminou o Campeonato Mexicano apenas na 16ª colocação entre os 18 clubes participantes, ficando fora da segunda fase.

Sem mais calendário até a Copa, Daniel Alves voltou a recorrer ao Barcelona para manter a forma e manter vivo o sonho de ir para a Copa.

No dia 21 de outubro, Tite já havia enviado para a Fifa os nomes de 55 jogadores, que serviu de base para esta convocação. A lista não foi divulgada ao público pela CBF. Nesta segunda-feira, veio a listagem oficial com os 26 atletas que irão para o Catar. Os jogadores se apresentarão na segunda-feira da semana que vem (dia 14) em Turim, na Itália, onde treinarão por cinco dias antes de viajar para Doha.

Você escala: quais os seus 11 titulares do Brasil na Copa do Mundo

Pedro comemorou a convocação para o Mundial. Veja a reação do atacante no momento da sua convocação:

— Lembro quando fui convocado pela primeira vez para a seleção brasileira, foi o melhor momento da minha vida. Era um domingo com apresentação na segunda-feira. Dominei a bola normal, apoiei o pé e senti meu joelho estralar. O melhor momento virou o pior momento da vida. Eu provei daquilo, do que Deus pode fazer nas nossas vidas. Era só o início, onde Deus trata e faz milagre. E Deus fez milagre na minha vida — declarou Pedro.

A convocação mostrou que os sustos sofridos por alguns atletas da seleção não foram decisivos para possíveis cortes. Lucas Paquetá, do West Ham, que sofreu um desconforto no ombro, e Richarlison, do Tottenham, que lesionou a panturrilha, estão na lista de Tite e irão para o Catar.

O principal desfalque talvez tenha sido o de Phillipe Coutinho, do Aston Villa, que sofreu uma lesão muscular no último domingo e é ausência. Ele estaria na lista se estivesse 100% fisicamente, mas o problema muscular cortou as suas possibilidades.

Cabe destacar que essa foi a última convocação de Tite, já que o treinador avisou que irá deixar o comando da seleção brasileira após o Mundial, independentemente da conquista ou não do hexacampeonato.