Com pouco espaço no Chelsea, Lukaku rejeita ofertas de interessados

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Lukaku não está satisfeito com a reserva no Chelsea, mas também não mostra intesse em sair. Foto: Craig Mercer/MB Media/Getty Images
Lukaku não está satisfeito com a reserva no Chelsea, mas também não mostra intesse em sair. Foto: Craig Mercer/MB Media/Getty Images

A imprensa inglesa repercute a escolha de Romelu Lukaku em rejeitar qualquer interesse do Milan na janela de verão, colocando uma nova incerteza sobre seu futuro.

O atacante do Chelsea também não tem interesse no Newcastle, uma das poucas equipes vistas como capazes de pagar seu alto salário e o valor da transferência.

Leia também:

A posição do jogador da seleção belga em Stamford Bridge está complicada após Thomas Tuchel dar mostras que não conta com o jogador nos últimos meses. Lukaku jogou apenas uma vez na Premier League desde o final de fevereiro e foi suplente não utilizado na derrota do Chelsea por 1 a 0 para o Everton no último domingo (1).

O atacante retornou ao Chelsea com muita expectativa dos torcedores após transferência recorde de 97,5 milhões de libras (pouco mais de 617 milhões de reais) pagas à Inter de Milão no verão passado. Ele lutou para se adaptar ao sistema de Tuchel, enquanto as lesões também atrapalharam sua sequência.

Enquanto isso, seu relacionamento com seu empresário ficou tenso por sua decisão de dar uma entrevista à TV italiana, na qual ele criticava o sistema de Tuchel. Enquanto o treinador do Chelsea insistiu que a situação foi resolvida, Lukaku virou reserva durante a segunda metade da temporada.

O jogador está cada vez mais frustrado com a falta de oportunidades, com a decisão de Tuchel de não usá-lo no Goodison Park, apesar da pressão dos “Blues” por um gol, surpreendendo fontes próximas a Lukaku.

Tuchel declarou publicamente que cabe a Lukaku provar que pode liderar seu ataque e corresponder às expectativas que acompanharam seu retorno ao clube. Mas o alemão continua a selecionar Kai Havertz à sua frente como atacante improvisado.

O Chelsea sabe que poucos clubes estariam dispostos a oferecer algo como o dinheiro que pagaram por Lukaku, o que poderia bloquear qualquer chance de ele se mudar neste verão. Seu salário, que se acredita ser de cerca de 300 mil libras por semana (quase 1 milhão e 900 mil reais), descartaria a grande maioria dos possíveis pretendentes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos