Com proximidade das eleições, custeio do Segurança Presente em Niterói vira disputa política

·2 minuto de leitura

NITERÓI — A opção do governo do estado por não renovar o convênio do Niterói Presente com a prefeitura de Niterói e assumir o custeio do projeto na cidade — mudando o nome para Segurança Presente Niterói e a identificação visual nos uniformes dos agentes — vem sendo apontada por adversários políticos do governador Cláudio Castro (PL) como uma estratégia para ganhar votos na região com vistas às eleições do ano que vem. O governo do estado afirma que a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) deu parecer contrário ao pagamento dos policiais pela prefeitura de Niterói, apesar de o acordo ter durado quatro anos sem que houvesse qualquer entrave.

Pré-candidato a governador, o ex-prefeito Rodrigo Neves (PDT), que implantou o Niterói Presente na cidade durante sua gestão, postou um vídeo nas redes sociais no sábado, último dia 4, em que critica a mudança no programa e ataca seu eventual adversário nas eleições de 2022. “É um crime contra o interesse público a não renovação desse convênio (...) Não vamos parar de cobrar por essa atitude tacanha, medíocre e irresponsável do governador Cláudio Castro e seus aliados em Niterói”, disse.

MPRJ instaura inquérito

A Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa da Cidadania do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) instaurou inquérito para a apurar a viabilidade e a eficiência do programa em Niterói, após o governo do estado assumir o custeio. Segundo a promotoria, o objetivo do procedimento é assegurar a continuidade das ações de segurança no município. O MPRJ argumenta que a grave crise financeira em que o estado se encontra poderia inviabilizar a continuação de todas as ações custeadas, até então, pela prefeitura.

O estado diz que optou por não renovar o convênio após a PGE dar parecer contrário ao pagamento, pela prefeitura, de policiais militares cedidos à Secretaria de Estado de Governo. Em nota, diz que faz uma gestão eficiente, “vem organizando as contas públicas e, por isso, foi possível, a partir de agora, assumir os gastos integrais da Operação Segurança Presente em Niterói”. Segundo a administração estadual, a partir desta mudança, “o programa foi ampliado e chegou à região de Pendotiba”.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos