Com reciclagem e ESG, empresas apontam quadro otimista

A crise global que se tornou ainda mais aguda com a guerra entre Rússia e Ucrânia não deve afetar consideravelmente a Agenda 2030, plano de ação global que reúne 17 objetivos de desenvolvimento sustentável, e a jornada para emissão zero de carbono prevista para 2050.

Pesquisa aponta: Reciclagem é o item mais lembrado por consumidores para a preservação ambiental

Certificados de créditos de reciclagem: uma solução ambiental e social

A opinião é de Ricardo Carvalho, CEO da CBA, produtora de alumínio, que participou do painel 'Mineração e Setor de Energia: caminho para Transição Zero (emissão)', promovido pelo banco de investimento UBS BB, e que também contou com a participação de Milton Pilão, CEO da Orizon, que atua no mercado de gestão resíduos. A moderação foi feita por João Auler, diretor executivo do Banco UBS.

Apesar de apontar um quadro de turbulência no curto prazo, ele diz estar otimista em relação ao futuro e avalia que o movimento que já está acontecendo em direção à energia limpa pode se acelerar, mesmo que eventualmente se fale hoje em aumento das emissões, por conta da crise de energia.

-Acredito que finalmente iremos mais rápidos no caminho que temos de ir para mudar o mundo, a sociedade finalmente acordou para todas as coisas que devemos fazer- afirma, referindo-se ao combate às mudanças climáticas.

l

A Orizon, segundo Pilão, é responsável pela destinação dos resíduos de cerca de 40 milhões de habitantes, para transformá-los em material primário, reciclados, incluindo plásticos. A empresa também atua na produção de gás renovável, a partir de dejetos, e no mercado de créditos de carbono.

Glocal Experience: Evento aborda do incentivo à reciclagem do lixo às fontes renováveis de energia

Para ele, a empresa não depende de crises ou de eventos imprevistos para se beneficiar, porque lida com material produzido diariamente pelo ser humano, mas admite que quanto mais a agenda de sustentabilidade se tornar importante, melhor será para o negócio.

-No país, cerca de 40% do lixo produzido continua sendo destinado a lixões.Nossa missão é ajudar a erradicar esse problema - afirma.

De acordo com o executivo, o Brasil tem um grande mercado demandado para produtos renováveis e há uma crescente preocupação do setor privado com economia circular:

- O que obviamente nos traz preços premium para nossos produtos.

Virgílio Viana: 'É preciso criar incentivo econômico à reciclagem', diz ex-secretário de Meio Ambiente da Amazônia

Papel das ações e práticas ESG em destaque

O papel das ações e práticas ESG foi destacado pelos executivos no processo de sustentabilidade. A CBA possui um comitê executivo de sustentabilidade com a participação de vários setores da empresa e representantes independentes. Também há um outro comitê de apoio ao board.

Em relação à sustentabilidade, segundo Carvalho, a produção de CO2 pela CBA é cinco vezes menor do que a média mundial do setor. Para isso contribui o fato de a empresa fabricar alumínio reciclado e utilizar energia própria renovável na produção. A empresa baseia sua estratégia em 10 pilares, divididos em oito programas que têm 31 objetivos para serem alcançados até 2030, como reduzir as emissões em 40%.

Na indústria de tênis: Reciclagem põe a sustentabilidade nos pés

Segundo Ricardo Carvalho, os consumidores estão forçando a redução dos gases do efeito estufa (GEE).

-Há muitas companhias que estabeleceram contratos com companhias de alumínio low carbon (como a CBA), como BMW, Land Rover, Audi, Nespresso, porque elas têm compromissos com seus consumidores para reduzir a emissão de GEE- conta.

E declara que a CBA está pronta para se beneficiar do aumento de compras de alumínio de baixo carbono.

A Orizon também possui comitê de ESG. Segundo Pilão, estão envolvidos em criar objetivos compartilhados entre todas as áreas da companhia:

- ESG precisa ser incorporado ao dia a dia da empresa.

O executivo também ressalta o papel social da empresa, atuando no entorno das áreas onde atua, com a criação de empregos e promovendo a educação. Lembrando que a empresa também produz gás a partir do lixo, ele diz que a empresa se posiciona como um fornecedor estável e com bons fundamentos econômicos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos