Com salários atrasados, jogadores do Internacional boicotam treino

Com salários atrasados, os jogadores do Internacional boicotaram o treinamento desta quarta-feira. Os atletas deixaram o CT Parque Gigante após não receberem pelo menos três meses de direito de imagem. A ação foi liderada pelo atacante Taison.

De acordo com a rádio Bandeirantes, houve conversa tensa dentro do vestiário e foi decidido que os jogadores sequer iriam a campo. O presidente Alessandro Barcellos, que esteve no local, teria fiado irritado com a ação dos atletas por expor a situação.

Um grupo de atletas estaria a favor dos treinos, mas os líderes e mais experientes jogadores, como Taison e Rodrigo Moledo, não permitiram que a atividade acontecesse.

O vice-presidente de futebol do Inter, Emilio Papaleo Zin, não estava presente nas dependências do clube e foi visto, pelos repórteres gaúchos, chegando às pressas em seu carro para debater a situação e resolver o problema.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos