Com surto em prisão, Coreia do Sul tem recorde de casos diários de Covid-19

Hyunjoo Jin
·1 minuto de leitura

Por Hyunjoo Jin

SEUL (Reuters) - A Coreia do Sul registrou um número recorde de novos casos de coronavírus, com 1.097 infecções, neste domingo, que incluíram um surto em uma prisão de Seul que infectou 188 pessoas, em um momento de piora da nova onda de Covid-19 no país.

Com as infecções diárias acima de 1.000 pelo quinto dia consecutivo, alguns especialistas em saúde e líderes políticos têm criticado o governo por ser muito frouxo com as regras de distanciamento social.

A política agressiva de rastreamento de contatos e testes da Coreia do Sul no começo da pandemia tornou o país uma história de sucesso quando muitos países sofriam com infecções e impunham amplos lockdowns.

Mas o surto mais recente --oriundo de bolsões espalhados de casos em vez de surtos grandes e isolados das ondas anteriores-- tem frustrado a tentativa de conter a Covid-19, e o país agora está com falta de leitos hospitalares.

O total diário de casos deste domingo passou o recorde de quarta-feira, de 1.076, segundo dados da Agência de Controle e Prevenção de Doenças da Coreia (KDCA, na sigla em inglês). Os novos casos levaram o total de infecções para 49.665, com 674 mortes por Covid-19 até a meia-noite de sábado.

Uma prisão no sudeste de Seul teve 188 presos e funcionários infectados, segundo a agência, levando o total de infectados relacionados ao local a 215.

(Reportagem de Hyunjoo Jin)