Rússia diz não ter bombardeado cidade síria de Khan Sheikhoun

Moscou, 4 abr (EFE).- A Rússia negou categoricamente nesta terça-feira que sua aviação tenha bombardeado a cidade síria de Khan Sheikhoun, em Idlib, palco de um suposto ataque químico no qual teriam morrido pelo menos 58 pessoas.

"Os aviões das forças aéreas da Rússia não efetuaram ataque na região em torno da cidade de Khan Sheikhoun, na província de Idlib", informou o Ministério da Defesa da Rússia em comunicado.

A imprensa ocidental, citando o Observatório Sírio de Direitos Humanos, informou que a aviação russa ou a aviação síria atacaram com armas químicas as imediações da cidade. EFE