Pelo segundo dia seguido, Sarkozy depõe sob custódia na França

Paris, 21 mar (EFE).- O ex-presidente da França, Nicolas Sarkozy, depõe pelo segundo dia consecutivo sob custódia, pela suspeita de ter recebido dinheiro do ex-líder da Líbia, Muammar Gaddafi, na campanha eleitoral de 2007, um procedimento que pode levar à sua acusação.

Os veículos de imprensa presentes em frente à Polícia Judicial de Nanterre afirmaram que Sarkozy, que voltou à noite para sua casa para dormir, chegou ao local antes das 8h (hora local, 4h de Brasília) para iniciar uma nova sessão de interrogatórios.

A polícia, que o convocou ontem pela primeira vez no início da manhã, tem até um máximo de 48 horas para fazer o interrogatório antes de decidir se deve apresenta-lo ao juiz para uma eventual acusação ou se deixam o ex-presidente francês em liberdade. EFE