Milhares de indianos se casam em dia de festividade hindu

Nova Délhi, 18 abr (EFE).- Milhares de noivos e noivas decidiram se casar nesta quarta-feira em uma cerimônia coletiva na Índia para aproveitar a boa fortuna prometida pelos astros, segundo o calendário hindu, em uma festividade conhecida como Akshaya Tritiya, durante a qual a sorte sorri para os que decidem empreender novos projetos.

Ao final do dia, cerca de 200 mil novos casamentos tinham acontecido em todo o país, segundo cálculos do cerimonialista Shaielndra Nigam, encarregado de finalizar os detalhes de um casamento coletivo em um hotel de Bhopal, capital do estado de Madhya Pradesh.

"Só em Madhya Pradesh hoje foram realizados mais de 30 mil casamentos. Na própria Bhopal foram 4 mil", disse à Agência Efe Nigam.

"No total, hoje casamos 52 casais, 46 hindus e seis muçulmanos", explicou.

As mulheres dançaram ontem durante o "sangeet" e fizeram desenhos de "hena" nos braços e pernas, enquanto hoje os noivos se prepararam para o "baraat", momento do casamento em que o homem vai a cavalo acompanhado de familiares e músicos até o local onde é realizada a cerimônia.

Apesar de a temperatura ter chegado aos 40 graus, Nigam afirmou que as pessoas estão "muito felizes e entusiasmadas".

O Akshaya Tritiya é "o dia mais auspicioso", segundo a mitologia hindu, e uma das quatro datas anuais apontadas como propicias para iniciar qualquer projeto.

Normalmente os noivos consultam um sacerdote para decidir a melhor data para o casamento em função dos astros, mas o Akshaya Tritiya é considerado tão favorável que as consultas não são necessárias.

Os luxuosos casamentos indianos são famosos por suas despesas astronômicas, que incluem desde a viagem e o alojamento até o grande banquete, por isso Nigam afirmou que é natural que os indianos decidam realizar cerimônias em massa para economizar despesas.

"Certamente, economiza dinheiro", explicou o cerimonialista, mas os casamentos coletivos também enviam a mensagem à sociedade de que é possível realizar cerimônias "de forma mais singela" e sem "falir".

O estado de Madhya Pradesh conta com várias ajudas públicas para apoiar os casais com menos recursos para bancar a cerimônia, o chamado "plano Mukhyamantri Kanyadan Yojna", e anunciou programas de ajuda para incentivar os casamentos com pessoas incapacitadas e que as viúvas voltem a se casar. EFE