Começam as operações de limpeza no norte da Grécia

No norte da Grécia já começaram as operações de limpeza na sequência do desastre aéreo ocorrido no sábado à noite.

Equipas de emergência já recuperaram os corpos das oito vítimas.

A aeronave, um Antonov de fabrico soviético, havia levantado voo da Sérvia e transportava a bordo onze toneladas de armamento com destino ao Bangladeche.

Autoridades sérvias e ucranianas confirmaram que todos os membros da tripulação eram de nacionalidade ucraniana.

"O avião já estava em chamas antes de se despenhar. E houve uma enorme explosão no momento em que tocou o solo. Vi uma bola de fogo como uma bomba atómica. E depois explosões sucessivas; 20, talvez 30", relatou uma testemunha ocular em Paleochori, próximo de Kavala.

Segundo um porta-voz do ministério ucraniano dos negócios estrangeiros, o acidente deveu-se a uma falha técnica num dos motores.

O ministério sérvio da defesa confirmou que o armamento havia sido encomendado pelo governo do Bangladeche e a venda cumpria os regulamentos internacionais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos